Categoria: CULTURA

Marcia Tiburi ministra curso em Brasília em junho

A filósofa e apresentadora Márcia Tiburi ministra o curso “Ética e Cultura contemporânea”, na Aliança Francesa – Brasília, no dia 08 de junho. O programa do curso é composto pelos seguintes temas:  Ética e vida cotidiana, A diferença entre ética e moral, Cotidiano virtual e vida digital, Dilemas éticos fundamentais, Diversidade e Singularidade, O que é “contemporâneo”? Tendências da cultura contemporânea: comunicação, modismos morais, estéticos e políticos, felicidades, Formação da subjetividade, e Feminismo e cultura. A chamada “perda de referenciais” tornou-se uma questão comum a todos. Ela vem acompanhada da sensação de estarmos perdidos, de formas de entristecimento e depressão,...

Read More

História da pioneira Mercedes Urquiza vira livro pela editora SENAC

Em 1957 , quando Brasília ainda nem constava no mapa do Brasil, a argentina Mercedes Urquiza e seu marido Hugo Maschwitz, acompanhados do pastor alemão Fleck, começaram a maior aventura de suas vidas. Colocaram um baú com os pertences dentro de um Jeep Land Rover e viajaram por 48 dias para se juntar aos candangos na construção de uma nova capital.  Eles moraram na Cidade Livre em um barraco de madeira sem luz, água quente, sem telefone, e participaram ativamente na construção da Nova Capital, onde Mercedes trabalhou como corretora oficial da Novacap e revendedora de material de construção...

Read More

Diálogos Contemporâneos promove palestra com Viviane Mosé no Museu Nacional

O projeto Diálogos Contemporâneos recebe, no dia 3 de abril, a filósofa, poetisa e psicanalista Viviane Mosé para a palestra Mundo Digital e Sociedade Em Rede – O Declínio das Mídias Tradicionais e os Novos Espaços de Informação e Comunicação. O evento acontece às 19h, no Museu Nacional. A entrada é franca. Viviane apresentará os caminhos que jornais, o cinema, o rádio, a TV e a publicidade podem percorrer na adaptação ao crescimento das novas mídias, onde se encontram diversos desafios, mas também podem ser uma porta de oportunidades. Outra questão que estará em pauta é o controle de dados...

Read More

PROJETO IMAGEM CONTEMPORÂNEA VAI PROPORCIONAR UMA INCURSÃO NO UNIVERSO DA ARTE NO DF

Os amantes da arte da capital terão projeto para aprofundar os conhecimentos  na área. Batizado de  “Imagem Contemporânea”, a iniciativa  será ministrada por Renato Acha em visitas orientadas que percorrerão galerias de arte e museus do Distrito Federal para contextualizar a produção artística pelos atos do olhar e da contemplação. Objetos e paisagens passam pela interpretação e classificação em determinados contextos e podem ser recriados pela percepção, para que seja possível a reinvenção daquilo que vimos. Isto se dá o tempo todo sem que percebamos, embora o exercício de despertar o olhar, em especial para as Artes Visuais, seja recorrente para artistas e teóricos. A dinâmica da ação forma grupos, que podem ser bilíngues, para encontros nas tardes de sábado. “A cada semana os participantes percorrem diferentes espaços culturais em um movimento de fruição do olhar através da análise de imagens.” Conta Renato Acha. “A programação é construída mensalmente e segue a agenda cultural em vigor. Janeiro já tem pauta e na sequência estão programadas grandes mostras, como a retrospectiva de Jean-Michel Basquiat em abril, uma certeza na agenda.”. Convida Acha. Programação nos sábados de janeiro: 6 de janeiro – “Contraponto” – Museu Nacional da República 13 de janeiro – ” Tomie Ohtake: Cor e Corpo” – Caixa Cultural “Loucuras Anunciadas” – Francisco de Goya – Caixa Cultural 20 de janeiro – “Fronteiras da pintura – Fronteiras da ilusão” – Museu...

Read More

PRECISAMOS FALAR DE… MARIA ELEIDE MOREIRA

Por Josuel Junior Conheci essa moça nos bastidores do Teatro Dulcina quando ensaiava ” As artimanhas de Scapino” (dirigido por Jonathan Andrade em 2009), a vi em cena em “Chá e Cianureto” (dirigido por Fernando Guimarães em 2010) e tive a honra de contracenar com ela em “Festim Diabólico” (dirigido por Rodrigo Fischer em 2011). Uma das atrizes mais disciplinadas com quem pude contracenar . Precisamos falar de Maria Eleide Moreira! Moradora de Brazlândia/DF, Maria Eleide Moreira é uma daquelas atrizes que falam pouco, que têm olhos observadores de quem está atenta a todas as dicas, regras e técnicas dos diretores. Assumidamente tímida, precisa levar uns sacolejos pra entender que é boa, pois se a gente não fala, ela não acredita Lembro de sua figura nos corredores da Faculdade Dulcina, no período em que estudei lá. Eu estudava licenciatura em Ed. Artística e ela bacharelado em Interpretação Teatral. Quando terminei a primeira graduação e emendei também no bacharelado, topei na mesma sala de aula que ela. Tivemos um semestre pra nos conhecer e atuamos no espetáculo “Festim Diabólico”, uma versão teatral do filme homônimo “Hope” (vide tradução brasileira) de Hitchcock. Na peça, éramos vilões (bem do mal mesmo) e havia uma espécie de contracena com projeções em vídeo. Fizemos a peça e ela estampou o banner principal instalado no Teatro Dulcina. Ali eu já percebi que estava ao lado de uma grande atriz....

Read More