NATAL DO BRASÍLIA SHOPPING

O Brasília Shopping preparou um natal especial para celebrar o final de 2017 com muita paz e harmonia.
O Natal Branco traz um momento de renovação, recomeços e esperanças para 2018.

O branco estará nas guirlandas, nas bolas, nas fitas, nos adereços rústicos que emolduram as árvores verdes. Na praça principal do centro de compras, uma árvore suspensa a 3,5 metros do chão, iluminada com cristais Swarovski reflete o brilho que esse tempo emana. Ladeada por um túnel de luzes, ela poderá ser contemplada por dentro e por fora.

“É um Natal para renovar o espírito do brasiliense. Queremos que a nossa cidade carregue a energia dessa data o ano inteiro”, observa Geraldo Mello, superintendente do shopping.

“A ideia é plantar sementes do bem. Vamos abraçar causas que podem contribuir para mudar a realidade ao nosso redor”, pontua Renata Monnerat, gerente de marketing do Brasília Shopping.

A decoração, assinada pela Cipolatti, também contempla uma árvore de 11 metros com um cantinho interativo. Os pequenos poderão brincar e se divertir no local, que fica bem pertinho da casinha do Papai Noel, na Cúpula Sul do shopping. O exterior do centro de compras também estará iluminado com luzes e muito brilho, inclusive no arco que circunda a fachada.

Jeep Compass é o prêmio da promoção de Natal
O Brasília Shopping traz como prêmio de sua promoção Comprou, Concorreu um dos carros mais desejados do momento: o Jeep Compass, um SUV que combina sofisticação e conforto.

A mecânica para participar do sorteio é simples: a partir de 7 de novembro, cada R$ 200 em compras valem um cupom que dá direito a concorrer ao supercarro. As trocas de notas fiscais realizadas aos sábados, domingos e feriados garantem cupons em dobro ao participante.

O sorteio será realizado no Brasília Shopping, no dia 29 de dezembro, às 18h. Além da promoção Comprou, Concorreu, o Brasília também faz um mimo aos clientes. Na modalidade Comprou, Ganhou, R$ 350 em compras com apresentação de notas fiscais, valem um kit da Granado com hidratante e sabonete. Os brindes são limitados ao estoque – 10 mil unidades – e a um kit por CPF.

Serviço:
Natal Branco- Brasília Shopping
De 7 de novembro a 29 de dezembro
Sorteio: 29 dezembro de 2015, às 18h.
* No dia da apuração, a fila do balcão de trocas será encerrada (fechamento) às 16h30 e a urna será lacrada às 17h30 para realização do respectivo sorteio, às 18h00 (horários de Brasília).
Horário de funcionamento: de 10h às 22h
Informações: (61) 2109-2122
www.brasiliashopping.com.br

OTRA MANERA COCINA LATINA

A

O novo restaurante ‘Otra Manera Cocina Latina’, dos sócios Karla Dias e Jefferson Mattos te transporta assim que você entra na casa.

A decoração temática e colorida nos faz lembrar de países como Cuba e México. O restaurante é bem espaçoso e conta com 140 lugares, amplo salão e lounge no 2º piso.

No comando da cozinha a chef Raquel Amaral faz releituras dos países latinos e mostra toda a experiência adquirida quando esteve ao lado de Helena Rizzo do Maní.

“Não quis reproduzir os pratos exatamente como são por uma questão de identidade e também pela dificuldade de encontrarmos alguns ingredientes típicos dos nossos países vizinhos, mas que não temos aqui”, diz

Para petiscar escolha ‘Patacons com Trio de Moles’-Panquequinha de banana frita, guacamole, pico gallo, feijão vermelho (R$31);’ Anticuchos’-Coração de boi marinado em cama de maionese de salsa e salsa criolla (R$19) e o ‘Lomo de cerdo saltado’-carne de porco grelhado com tomates e batata frita com splash de pesto de pimentão vermelho, azeite e pó de carvão (R$28).

Nos principais, os destaques são o Arroz Chaufa Mar -frutos do mar, omeletinho enrolado e limão em conserva (R$39); Chicharrón-costelinha com chimichurri, purê de batata doce roxa, purê de abóbora, cubos de batata frita (R$29) e o Polvo com batatas -polvo com batatas, chimichurri e pesto de pimentão (R$44).

O mixologista Gustavo Guedes apresenta na linha “Tiki” um visual extravagante, colorido e quase brega de propósito, com base na mistura de rum com suco de frutas cachaças envelhecidas, gins e tequilas da mais alta qualidade.

“A maioria das cartas da cidade são dedicadas à vodka como destaque e eu quis fugir disso. Lá fora, o Rum vem em uma crescente enquanto ela está caindo em questão de consumo. Por isso eu quis trazer em primeira mão essa pegada para Brasília”, explica.

Experimente  o ‘Otramanera Mule’ -Rum 03 anos, Sumo de limão, Shrub de gengibre, Suco de
abacaxi, Licor 43, Peachtree, Espuma de gengibre e Canela (R$ 26);  Además, Quiero! -Gin, Redução de maracujá com alecrim, Xarope de Mel, Orgeat, Falernum, sumo de limão siciliano e citrus (R$ 27); e o Admirable -Bulleit, Limão Siciliano, Sweet And Sour de Manga com Hortelã, Xarope de Chá Preto , Canela e Orange Bitters (R$ 27).

Serviço:
Otramanera Cocina Latina
Local: CLS 413 Sul Bloco A Lojas 1 e 2 – Asa Sul
Funcionamento: de terça a domingo, das 17h às 01h
Telefone: (61) 3222-6450
Facebook: /otramaneracocinalatina
Instagram: @otramaneracocina

EUROPA DE PORTAS ABERTAS 2017

Prepare-se para um passeio pelas diferentes culturas e línguas de países europeus. Em sua quarta edição, o “Europa de Portas Abertas (EPA)” amplia a sua programação, este ano distribuída em dois dias.

No sábado (23), a Aliança Francesa, a Cultura Inglesa, o Goethe-Zentrum Brasília e o Instituto Cervantes estarão de portas abertas ao público com uma intensa programação cultural, educacional e gastronômica.

Quem for ao evento vai poder se deliciar com as comidas típicas dos países participantes, na praça de gastronomia que será montada no estacionamento interno do Instituto Cervantes.

Corina marcará presença com suas cervejas artesanais, já o Téro Cocina representará a Espanha com pratos como chuleta com papas bravas, vacio assado con salsa allioli e papas rústicas e bocadillo de milanesa.

A Alemanha terá um autêntico alemão como representante: o Chef Knut. No cardápio, o tradicional joelho de porco com chucrute e salsicha com salada de batata.

E para acompanhar, cerveja da Ghesti Bier, que segue a Lei de Pureza Alemã, com direito à harmonização com pães rústicos e sem produtos químicos.

Tiquê Gyros vai oferecer o churrasco grego gourmet, além do gyro (tradicional sanduiche grego). Mas quem quiser experimentar um delicioso hambúrguer artesanal, são mais de 15 opções.

Por fim, o restaurante Le Jardin vai trazer as delícias típicas da França.

Tudo isso com DJ tocando hits europeus ao longo do dia. E para animar ainda mais, apresentação de flamenco, no fim da tarde, e performance musical de Geórgia W. Alô e banda encerrando o Europa de Portas Abertas.

Vale lembrar que o público poderá visitar as instalações das escolas durante o EPA, conhecer seus acervos, a biblioteca e até as exposições que estiverem em cartaz nesses espaços.

Descontos e sorteios – Quem tiver interesse em participar das atividades dos quatro centros integrantes do Europa de Portas Abertas, basta retirar o “Passaporte Europeu” e concorrer a sorteios de cursos de idioma e uma caixa de som bluetooth.

Para tentar a sorte, o interessado deverá participar de pelo menos uma ação proposta por cada centro. Ao final delas, ele terá quatro carimbos que tornarão seu passaporte válido para o sorteio.

Além disso, o passaporte deste ano trará cupons de desconto em cursos oferecidos pelas escolas integrantes do EPA. A Aliança Francesa, Cultura Inglesa e o Goethe-Zentrum Brasília vão oferecer 10% de abatimento sobre a taxa de um curso intensivo ou regular no 1º semestre de 2018. Já o Cervantes, desconto de 10% sobre o valor de um curso intensivo no 1º semestre do ano que vem. A promoção é válida para matrículas realizadas até 15 de dezembro de 2017.

Serviço:
Dia Europeu das Línguas – Jornadas Didáticas
Dia 22/09 (sexta-feira), de 13h30 a 18h30.
Após este horário, happy hour
Local: Instituto Cervantes de Brasília
Informações: http://goethebrasilia.org.br/cultura/dia-europeu-das-linguas/

Europa de Portas Abertas
Dia 23/09 (sábado), das 12h às 18h
Local: Estacionamento interno do Instituto Cervantes de Brasília
Entrada franca.
Classificação Livre.

VI CONGRESSO LATINO-BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA

Com o tema “Agroecologia na Transformação dos Sistemas Agroalimentares na América Latina: Memórias, Saberes e Caminhos para o Bem Viver”, Brasília recebe de 12 a 15 de setembro o VI Congresso Latino-Americano de Agroecologia, o X Congresso Brasileiro de Agroecologia e o V Seminário de Agroecologia do DF e Entorno, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

O evento é promovido pela Sociedade Científica Latino Americana de Agroecologia (SOCLA) e Associação Brasileira de Agroecologia (ABA-agroecologia) e organizados em Brasília por uma comissão formada por diversas instituições públicas como Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF).

Durante os quatro dias, os participantes terão a oportunidade de aprofundar e conhecer sobre os princípios da Agroecologia e sua aplicação prática por meio de palestras, feira agroecológica, rodas de conversa, estandes, apresentações de trabalho e relatos de experiências.

Um dos focos da Emater-DF é a participação ativa dos agricultores. O DF tem hoje 300 produtores que atuam em base agroecológica e 1.130 em processo de transição para o modelo. Além disso, existem 210 agricultores com certificação no território.

O congresso terá a participação de aproximadamente 4000 participantes inscritos e público bastante diverso.

Emater-DF dentro do Congresso:

· Feira Agroecológica e da Sociobiodiversidade: Mostra de produtos, saberes, costumes e fazeres dos biomas brasileiros, com destaque para o Cerrado. Serão ao todo 80 estandes, que contam com a participação de agricultores familiares e assentados da reforma agrária, atendidos pela Emater-DF.
Funcionamento: Dia 12/9 – das 12h às 22h • Dias 13/9 e 14/9 – das 10h às 22h • Dia 15/9 – das 10h às 13h.
Local aberto ao público.

V Seminário de Agroecologia do Distrito Federal e Entorno: Este será o momento de discutir sobre as articulações e estratégias de desenvolvimento da agroecologia do DF e Entorno. O seminário acontecerá no dia 13 de setembro, das 10h às 12h, e será coordenado pelo extensionista da Emater-DF, Roberto Carneiro.

· Relatos de experiências populares: Essa é uma novidade na parte de apresentação de trabalhos. Na oportunidade, agricultores poderão contar suas histórias que envolvem a prática agroecológica. Foram escolhidos 100 relatos, sendo que nove são agricultores do DF que contam com o apoio da Emater-DF na transição agroecológica, como a elaboração de projetos, cursos de capacitação e assistência técnica.

· Praça de Alimentação: A praça de alimentação é toda composta por agricultores do DF, que são atendidos pela Emater. Nas banquinhas serão vendidos lanches, como crepes, sanduíches naturais, sucos, entre outros.

Circuito Caminhos do Saber: São espaços de construção e troca de conhecimentos sobre a Agroecologia que dialogam diretamente com a sociedade. Das nove tendas do espaço, a Emater-DF irá contribuir, em parceria com outro órgãos e instituições, na tenda sobre Alimentação Saudável, buscando mostrar para a sociedade como a agroecologia pode contribuir para uma vida mais saudável.
Funcionamento: Dia 12/9 – das 13h às 20h • Dias 13/9 e 14/9 – das 10h às 20h • Dia 15/9 – das 10h às 14h.
Local aberto ao público.

Serviço:
VI Congresso Latino-Brasileiro de Agroecologia
De 12 a 16/09
Local: Centro de Convenções Ulisses Guimarães
Informações: www.agroecologia2017.com

8º SLOW FILME-FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA, ALIMENTAÇÃO & CULTURA LOCAL

Vem aí a 8ª edição do ‘Slow Filme’para quem se interessa por produção cinematográfica, gastronomia, sustentabilidade e cultura local em um festival que tem a proposta de aliar a exibição de filmes inéditos à reflexão de temas contemporâneos urgentes.

Entre 14 e 17 de setembro de 2017,serão 4 dias de exibição de filmes, palestras, oficinas e degustações com especialistas, realizadores e chefs. Pela tela do festival vão passar títulos que revelam como a intolerância separa e como a comida é capaz de unir os povos.

Em 2017, o festival vai se concentrar no tema das diásporas contemporâneas. Desde o primeiro título a ser projetado – ‘Walachai’ – até os episódios da série’The Perennial Plates’ e o longa-metragem de produção espanhola ‘The Turkish Way’, o festival quer reforçar a importância do respeito à diversidade, afirmar a relevância da cultura para a formação da identidade dos povos, ressaltar o conhecimento como ferramenta essencial para uma compreensão maior da complexidade do mundo.

Dentre as atividades paralelas ao cinema, o festival destaca o almoço especial que será preparado pela cozinheira Fatou Aboua, da Costa do Marfim, no restaurante Montserrat, de propriedade do chef Juan Pratginestós, em Pirenópolis, no domingo, 17 de setembro.

OFICINA

Como ação de democratização, O Slow Filme vai reforçar sua parceria com a UEG – Universidade do Estado de Goiás, que tem acolhido oficinas e programado idas dos alunos ao festival como parte do conteúdo didático dos cursos de gastronomia.

A Universidade vai acolher a oficina “Comida de Imigrante e Refugiado”, a ser ministrada pelos cozinheiros Yasmin e Ammar Abou Nabout, da Síria, e Fatou Aboua, da Costa do Marfim.

Aberta a estudantes e público em geral, a oficina vai ensinar receitas tradicionais dos dois países. Os participantes irão preparar o tradicional homus, sob a coordenação de Ammar, e bolinhos de fubá com iogurte natural, com orientação de Fatou. Os quitutes serão depois servidos na degustação da noite, no Cine Pireneus.

CONVIDADOS

REJANE ZILLES – atriz, diretora e produtora, iniciou a carreira profissional em Porto Alegre, no teatro. Na década de 1990, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde cursos Artes Cênicas na UNIRIO. Desde então, vem atuando no teatro, cinema e televisão, com destaque para novelas e minisséries da TV Globo como Cheias de Charme, Salve Jorge e Louco por Elas; e filmes como Cronicamente Inviável, de Sergio Bianchi, e Chico Xavier, de Daniel Filho. Produziu e dirigiu o curta-metragem O Livro de Walachai (exibido em diversos festivais) e estreou como diretora de longa-metragem com o documentário Walachai.

YASMIN E AMMAR NABOUT – Nascido na Síria, onde era proprietário de uma loja de roupa na capital, Damasco, o casal veio para o Brasil fugindo da guerra em seu país, refugiando-se em Brasília, com seus três filhos. Há dois anos, Yasmin e Ammar abriram o restaurante Damascus (413 sul), especializado em cozinha árabe, do qual tiram o sustento da família e alimentam a esperança de dias melhores. O restaurante é conhecido por delícias como falafel, esfirras e quibes. Yasmin e Ammar vão conversar com a plateia do SLOW FILME, participar de oficina na UEG e oferecer degustação de seu famoso homus.

FATOU ABOUA – Natural da Costa do Marfim, de uma família de 10 filhos, desde que perdeu os pais na adolescência vem tendo na comida uma fonte de renda – vendia doces e salgados no recreio da escola. Quando seu país passou a viver uma guerra étnica muito violenta, na qual ela perdeu vários parentes e amigos, mudou-se com o marido para o Brasil, buscando segurança e uma vida melhor. Mais uma vez, a cozinha lhe oferece um novo meio de sustento. Fatou conversará com a plateia do SLOW FILME, participará de oficina na UEG e oferecerá para degustação seu famoso bolinho de fubá com iogurte natural.

MARIA CONCEIÇÃO OLIVEIRA – Integrante do Projeto Comida de (I)migrante, criado em São Paulo (sob idealização de membros do Convívio Como Como do Slow Food SP) e voltado para o reconhecimento e conexão da comida com cozinheiros(as) que chegam à cidade vindos de todas as partes do mundo. Maria Conceição é bacharel em Gastronomia, atua como cozinheira e pesquisadora da cozinha negra e afro-brasileira. Ministra oficinas em quilombos como mediadora e busca recuperar receitas que atuam na reafirmação da memória de seus antepassados, recuperação da autoestima e fortalecimento do protagonismo às diásporas negras na cozinha.

PROGRAMAÇÃO

QUINTA, 14 DE SETEMBRO

Abertura oficial
19h – Walachai (85min)
Sessão seguida de conversa com a diretora Rejane Zilles. Após a exibição, brinde com a cerveja Santa Dica, produzida artesanalmente em Pirenópolis.

SEXTA, 15 DE SETEMBRO
15h30 – Dois tomates e dois destinos (10min) + A hora do meu avô (76min)
17h – Tudo sobre o assado (90min)
19h – Faça homus, não faça guerra (77min)
Sessão seguida de conversa com Maria Conceição Oliveira (representante do projeto Comida de (I)migrante, de São Paulo) e com os cozinheiros Fatou Aboua (Costa do Marfim) e Yasmin e Ammar Nabout (Síria).
Degustação de homus e bolinhos de fubá com iogurte natural, feitos especialmente durante oficina ministrada por Fatou e o casal Nabout, na UEG.

SÁBADO, 16 DE SETEMBRO
14h45 – Vovó com recheio (10min) + Quando a Itália comida em branco e preto (20min)
15h15 – Senhor Maionese (95min)
17h30 – Sagardoa Bidegile – Histórias de Sidra (65min)
Sessão seguida de degustação de sidras bascas
19h – Pelos Caminhos da Turquia (120min)
Sessão seguida de degustação de quitutes turcos, gentilmente cedidos pela Embaixada da Turquia.

DOMINGO, 17 DE SETEMBRO
15h – Em busca de sentido – O filme (87min)
17h – Café um dedo de prosa (72min)
18h30 – O Prato Perene/The Perennial Plate – exibição dos curtas Uma história de massa, Faces da Turquia, Os fornos de Cappoquin, Santuário animal e Pequeno Rabanete (40min)

SINOPSES

A HORTA DO MEU AVÔ (LE POTAGER DE MON GRAND-PÈRE), França, 2016, 76min
Direção: Martin Esposito
O próprio diretor, Martin, vai à casa de seu avô, Vincent Esposito, de 85 anos, para recarregar as energias, ajudar e compartilhar momentos preciosos da vida. O avô lhe transmite seus conhecimentos, um pouco de suas raízes e os segredos de sua horta, cultivada de forma apaixonada por sua esposa, desaparecida. Integrante da geração fast food, Martin vai se conscientizar do valor desse patrimônio valioso. Um hino de amor à vida e à natureza.

CAFÉ, UM DEDO DE PROSA, Brasil, 2017, 72min
Direção: Mauricio Squarisi
Elenco: Vera Holtz e Wandi Doratiotto
Animação que parte do encontro de um casal de amigos numa cafeteria. Apaixonados pela bebida, eles começam um papo descontraído sobre a história do café. Acompanhando a conversa, o espectador vai descobrindo curiosidades sobre a bebida, sua importância histórica, influência na economia e na cultura brasileiras. O filme resgata questões como a escravidão, a imigração, a Semana de Arte Moderna, de forma bem-humorada. Baseado no livro ‘A História do Café’, de Ana Luiza Martins.

DOIS TOMATES E DOIS DESTINOS (DOS TOMATES Y DOS DESTINOS), Espanha, 2012, 9min
Uma produção da VSF – Veterinários sin Fronteras
Ideia original de Aníbal Gómez
Com Joaquín Reyes e Carlos Areces
Dois tomates, o transgênico K-44 e o orgânico Maurício se conheceram através de um chat da internet e marcam encontro em um bar. A princípio, K-44 parece mais atraente, mas Maurício tem uma coisa que deixará K-44 louco. No entanto, Maurício sabe muito bem o que quer e o que não quer.

EM BUSCA DE SENTIDO – O FILME (EN QUÊTE DE SENS) – França, 2014
Direção: Marc de La Ménardière e Nathanael Coste
“Em Busca de Sentido“ conta a história de Marc e Nathanaël, dois amigos de infância que fazem uma viagem para questionar-se sobre o mundo. Equipados com nada mais a não ser uma câmara pequenina e um microfone, eles tentam revelar as causas da atual crise no mundo e descobrir um caminho para gerar mudança encontrando filósofos, professores, militantes ecologistas e guardiões de culturas antigas. Uma busca que transmite confiança na nossa habilidade de gerar mudança no mundo começando por nós próprios.

FAÇA HOMUS, NÃO FAÇA GUERRA (MAKE HUMMUS NOT WAR), Austrália, 2012, 77min
Direção: Trevor Graham
Pode o amor pelo homus ser a receita para a paz no Oriente Médio? A partir desse questionamento, o diretor Trevor Graham (ele mesmo um apaixonado pelo homus) parte numa jornada por países que, apesar de viverem em guerra uns contra os outros, têm em comum a paixão pelo alimento preparado com grão-de-bico. O diretor passeia por bares e cozinhas de Beirute, Tel Aviv, Jerusalém e Nova York, encontrando colonos, ativistas políticos, fazendeiros, cozinheiros e sheiks para quem o amor pelo homus beira a obsessão. De forma bem-humorada, Trevor Graham apresenta a guerra sob uma perspectiva curiosa: quem detém a herança da receita original do homus?

VOVÓ COM RECHEIO (MY STUFFED GRANNY), França, 2014, 10min
Direção: Effie Pappa
Vencedor de melhor animação nos festivais de Edimburgo, Hampton, Montreal e Tóquio. Filme que retrata a esperança durante a crise sociopolítica e econômica na Grécia. Baseada num história da escritora Nina Kouletaki, apresenta a menina Sophia, que experimenta a crise sob a sua perspectiva inocente, oferecendo uma visão satírica das coisas. Uma alegoria à nova geração grega, que apesar dos infortúnios, precisa ser criativa para reinventar o país e construir o futuro.

SENHOR MAIONESE (MONSIEUR MAYONNAISE), Austrália, 2016, 95min
Direção: Trevor Graham
Uma aventura épica estrelada por artistas, heróis, nazistas, quadrinhos etc. Inspirado na história de família do realizador Philippe Mora, autor de mais de 40 filmes. Sua mãe, Mirka, era artista visual nascida na França de origem judia, seu pai, Georges, era judeu alemão, membro da Resistência Francesa. Junto com o mímico Marcel Marceau, os dois enfrentaram o III Reich, usando um recurso bastante criativo: eles passavam papéis da resistência e passaportes dentro de baguetes cheias de maionese garlic. Com suas luvas brancas, os soldados alemães se negavam a abrir o pão. Assim, salvaram a vida de milhares de judeus.

QUANDO A ITÁLIA COMIA EM BRANCO E PRETO (QUANDO L’ITALIA MANGIAVA IN BIANCO E NERO), Itália, 2015, 20min
Direção: Andrea Gropplero di Troppenburg
Uma viagem documental e divertida sobre as receitas tradicionais e regionais da cozinha italiana, através de imagens em branco e preto, recuperada do Archivio Cinetografico do Instituto Luce Cinecittá. Um delicioso percurso por alimentos, cozinhas, depoimentos e casos divertidos de personalidade da indústria do entretenimento e da cultura.

SAGARDOA BIDEGILE – HISTÓRIAS DE SIDRA, Espanha, 2015, 65min
Direção: Bego Zubia Gallastegi
Durante quatro meses por ano, as sidrerias bascas atraem milhares de frequentadores, locais e visitantes, que esperam cumprir a tradição: degustar um menu à base de tortilha, bacalhau, chuleta e queijo e beber sidra ao grito de “txotx!”. A diretora promove uma incursão às sidrerias neste período de maior atividade, para apresentar os processos, clássicos e modernos, do consumo da bebida. Mas longe de se limitar à mera observação e descrição, o filme empreende uma viagem que explora como a gastronomia pode exceder o campo da alimentar e passar a se relacionar intrinsicamente com o povo, moldando até mesmo sua própria identidade.

TUDO SOBRE O ASSADO (TODO SOBRE EL ASADO), Argentina, 2016, 90min
Direção: Gastón Duprat e Mariano Cohn
Filme dos mesmos diretores de O cidadão ilustre (premiado recentemente no Prêmio Platino como melhor filme, melhor ator e melhor roteiro), o filme não se coloca nem como ficção nem como documentário. Uma viagem à Argentina profunda, para recolher os mitos e rituais, antigos e contemporâneos, que cercam a preparação e degustação do assado. Longe do politicamente correto e com muita ironia, os dois voltam a câmera para encarar a comida argentina por excelência.

PELOS CAMINHOS DA TURQUIA (THE TURKISH WAY), Espanha, 2016, 120min
Direção: Luis González
Um exuberante documentário que acompanha a viagem dos irmãos Roca – Joan, Josep e Jordi, proprietários do Celler de Can Roca, da Catalunha, considerado o Melhor Restaurante do mundo – numa turnê de cinco semanas pela Turquia. Com o objetivo de honrar as influências que compõem a culinária turca e revigorar o próprio cardápio de Can Roca, os três irmãos buscam novas ideias em lugares tão diversos como as ruas e os mercados de Istambul e os vinhedos da Capadócia, engajados e aprendendo abertamente com Sommeliers, chefs e agricultores que dirigem uma das culturas gastronômicas mais tradicionais e em constante evolução do mundo. Das influências árabe, asiática e europeia ao emocionante desenvolvimento recente da nova cozinha da Anatólia, os irmãos abraçam uma antiga nação em constante revolução alimentar. Sua incansável criatividade, por sua vez, faz do próprio Can Roca não apenas um dos melhores restaurantes do mundo, mas um restaurante verdadeiramente mundial.

WALACHAI, Brasil, 2013, 84min
Direção: Rejane Zilles
Walachai é nome de um povoado do município de Morro Reuter, no Rio Grande do sul, formado por descendentes de imigrantes alemães. A palavra significa lugar longínquo, perdido no tempo. A maioria dos moradores aprende o dialeto germânico hunsriqueano rio-grandense. O documentário registra a vida na comunidade, mostrando que os moradores, apesar de falarem o dialeto alemão, se identificam como brasileiros e não demonstram ter qualquer relação com a Alemanha.

O PRATO PERENE/THE PERENNIAL PLATE

UMA HISTÓRIA DE MASSA (A PASTA STORY), 2013
A Itália é conhecida por suas massas, mas, apesar do seu rico patrimônio, a maior parte da farinha do país é homogênea e branqueada. Felizmente, nas colinas da Toscana, Franco Pedrini e seus filhos produzem grãos de origem antiga, através da agricultura biodinâmica para criar uma massa que é deliciosa e nutrida.

FACES DA TURQUIA (FACES OF TURKEY), 2013
Um passeio por regiões e contato com alguns dos produtores de alimentos que compõem esse maravilhoso país.

OS FORNOS DE CAPPOQUIN (THE OVENS OF CAPPOQUIN), 2017
Esta é história de uma pequena empresa em uma pequena cidade na Irlanda. É também um conto visto em todo o mundo: a luta para sobreviver e manter qualidade e integridade neste planeta em mudança. Nesse caso, por sua longevidade, compromisso com a tradição e amor ao bom pão, Barron’s Bakery é um farol de inspiração em uma pequena rua lateral na vila de Cappoquin, County Waterford.

SANTUÁRIO ANIMAL (ANIMAL SANCTUARY), 2012
Um episódio sobre NÃO comer carne. Em várias “fazendas” nos Estados Unidos, algumas pessoas estão criando verdadeiros santuários para que os animais vivam suas vidas sem medo de serem comidos. Na Star Gazing Farm, em Maryland, está um exemplo brilhante.

PEQUENO RABANETE (LITTLE RADISH), 2012
Em visita à Geórgia, nos Estados Unidos, a equipe chega a um jardim escolar, onde assistem a uma aula sobre rabanetes com Ashley Rouse, da Georgia Organics. Um vídeo curto, mas doce.

ATIVIDADES PARALELAS

OFICINA “COMIDA DE IMIGRANTE E REFUGIADO”
A ser realizada na UEG – Universidade Estadual de Goiás, será ministrada pelos cozinheiros Ammar Abou Nabout, da Síria, e Fatou Aboua, da Costa do Marfim. Será aberta tanto a estudantes do curso de gastronomia da UEG quanto para o público em geral. Os participantes irão aprender receitas tradicionais dos dois países e preparar o tradicional homus, sob a coordenação de Ammar, e bolinhos de fubá com iogurte natural, com orientação de Fatou, que serão servidos na degustação da noite de sexta-feira, no entroncamento do Cine Pireneus.
Data: 15 de setembro
Local: cozinha do Curso de Gastronomia da UEG
Horário: 10h
Inscrições (gratuitas): slowfilmefestival@gmail.com
Número limitado de participantes

VISITA À CERVEJARIA SANTA DICA
Funcionando desde 2016, na charmosa rua Aurora (nº 31), uma das mais belas de Pirenópolis, produz a cerveja artesanal Santa Dica. O processo é comandado pelos mestres cervejeiros Roberto Drehmer e Ernesto Matias e produz 4.500 litros por mês de cerveja que não passa pelo processo de pasteurização.
Os visitantes poderão conhecer e degustar os três rótulos diferentes produzidos pela Cervejaria:
. Hibisco – de cevada e trigo, tem espuma cremosa, intensa, firme, com suave amargor e aroma de cravo, banana e hibisco. Tem coloração rosada e naturalmente turva por não ser filtrada;
. Kölsch – de coloração amarelo-ouro, com espuma densa e firme e aroma frutado sutil;
. IPA – de puro malte do estilo American Pale Ale, com coloração castanho escuro e alto teor de amargor; espuma firme e caramelizada.
Data: 16 de setembro de 2017
Local: Cervejaria Santa Dica (Rua Aurora, nº 31)
Horário: 10h30 e 11h30
Preço visita + degustação: R$ 15,00
Inscrições: slowfilmefestival@gmail.com
Número limitado de 20 participantes

ALMOÇO NO RESTAURANTE MONTSERRAT
Especialmente preparado para o SLOW FILME, pela cozinheira Fatou Aboua, da Costa do Marfim, será realizado em parceria com o Restaurante Montserrat, do chef Juan Pratginestós. O cardápio inclui molho de amendoim com arroz ou fufu de banana, cuscuz de milho com almôndegas de peixe ao molho e aloco (banana da terra frita) com peixe.
Data: 17 de setembro
Horário: a partir das 12h45
Preço por pessoa: a definir
Reservas através do e-mail slowfilmefestival@gmail.com

SUGESTÕES DE PASSEIOS

PASSEIO À FAZENDA BABILÔNIA
Construída por escravos em fins do século XVIII, foi preservada e tombada como Patrimônio Nacional pelo IPHAN. Antes de receber o nome de Babilônia, o local era conhecido como Engenho São Joaquim e apontado como um dos maiores engenhos de açúcar de finais do século XVIII, contando com 200 escravos. A estrutura da fazenda, com capela, varandas, salas e quartos foi mantida e os visitantes participam de uma visita guiada em que um pouco dessa história é contada.
O local oferece uma refeição composta de 40 itens, feitos com ingredientes produzidos na própria fazenda, resgatando receitas do Goiás antigo, como bolo assado na folha de bananeira, bolo de fubá de arroz, Mané Pelado etc. Inclui ainda sucos de frutas, caldos de cana, café e leite.
Valor: R$78
Informações: (62) 9 9294.1805 e (62) 9 9291.1511
Para visitas em grupo (com agência Woolog): R$ 150,00 (por pessoa) – inclui transporte, ingresso, guia e café colonial
Inscrições: paulo.aquino@woolog.com.br
Mais informações: (62) 3331.1691 – (62) 9 9150.2688
Número limitado de 6 participantes

PASSEIO AO SANTUÁRIO VAGAFOGO
O Santuário de Vida Selvagem Vagafogo é uma reserva particular de patrimônio natural criada em 1990, para promover a educação ambiental, o ecoturismo e a produção sustentável de alimentos. Tem um trilha de 1.500 metros que revela árvores centenárias da mata ciliar do Rio Vagafogo, onde se pode mergulhar e saborear as águas límpidas de uma pequena cachoeira.
O Brunch oferecido ao final do passeio é uma experiência gastronômica com 45 itens, produzidos na própria fazenda, a partir de frutos do cerrado e produtos locais. São geleias, chutneys, pães diversos, frutas frescas, desidratadas e cristalizadas, salada de fruta, granola, mel, coalhada, chanclish e muito mais.
Valor brunch + trilha: R$68
Informações: (62) 3335.8515 e (62) 9 9222.5471
Para visitas em grupo (com agência Woolog): R$ 110,00 (por pessoa) – inclui transporte, ingresso, guia e café colonial
Inscrições: paulo.aquino@woolog.com.br
Mais informações: (62) 3331.1691 – (62) 9 9150.2688
Número limitado de 6 participantes

Serviço:
Slow Filme
De 14 a 17/09
Local: Cine Pireneus – Rua Direita, Pirenópolis, Goiás
Entrada Franca.

BATOM BREAK BATTLE MOSTRA A FORÇA DO BREAK FEMININO

O Maior evento de hip hop da América Latina criado por mulheres, Festival Nacional de Danças Urbanas chega à sua 5ª edição com competições, festa e novidades.

Desde 2003, um grupo formado apenas por mulheres de Brasília clama pelo empoderamento feminino, pela democratização da cultura, sem discriminação de raça, orientação sexual, gênero e classe social. As responsáveis são as brasilienses do Brasil Style BGirls (BSBGIRLS), com extensão em São Paulo.

Batalhadoras diárias, cada qual com sua história marcante de vida, estas mulheres formaram a primeira companhia feminina de breakdance do DF e viram nesta arte uma forma de ganhar a vida e de chegar ao público para mostrar que o hip hop é, sim, para todas e todos.

O resultado da união cresceu e elas criaram o Festival Nacional de Danças Urbanas – BatomBattle, o maior evento de Hip Hop feminino da América Latina.

A partir da sexta-feira (18/08), o público vai poder conferir as feras da dança no Teatro Dulcina de Moraes e na área externa do Conic (SDS) e, ainda, participar de graça de talkshows, workshops Matrizes Africanas, Danças Urbanas e Empoderamento e Vogue com Eduardo Kon Zion. Também com entrada franca, as apresentações da Mostra de Dança Não Competitiva ocuparão o local, das 9h às 21h.

Destaque também deste ano para a presença das juradas internacionais. A Bgirl Grillo (Colômbia) e a Bgirl Laclla (Bogotá) vão ajudar as juradas nacionais a avaliar as mais de 60 competidoras inscritas nas seis categorias das batalhas: Bgirling, Vogue, Hip Hop Feminino, House Dance Feminino, Bonnie & Clyde Breaking e Bonnie & Clyde All Style.

Nesta última, a DJ escolhe na hora a música e as dançarinas precisam improvisar na hora usando muita criatividade, ritmo e musicalidade.

A premiação será de R$ 1 mil para os vencedores nas categorias Bonnie& Clyde e All Style. As vencedoras de House Dance Feminino e Hip Hop Feminino levarão R$ 500, assim como o vencedor (a) do Vogue.

Já na grande “pupila dos olhos” do evento, a batalha das Bgirling, dará o maior prêmio em dinheiro: R$ 2 mil para a vencedora e R$ 500 para as três semifinalistas. Quem quiser se inscrever para competir ainda dá tempo.

Confira o site https://www.sympla.com.br/batom-battle-2017__152333 para saber os valores ou a página do evento no Facebook: Batom Battle 2017.

Serviço:
5ª edição do Festival Nacional de Danças Urbanas – Batom Battle
Dias 18 a 19/08
Local: Faculdade de Artes Dulcina de Moraes – Conic
Entrada franca.
Informações: (61) 98562-3336/ https://www.facebook.com/batombattle
https://www.instagram.com/batombattle
Classificação livre.

21º CAMPEONATO MUNDIAL DE ASA DELTA

A capital federal brasileira será invadida pelos melhores pilotos de voo livre do mundo. Durante duas semanas, Brasília sedia o Campeonato Mundial de Asa Delta da FAI (Federação Aeronáutica Internacional), válido como a 21ª edição para os homens e a 14ª para as mulheres. A competição terá início em 6 de agosto e término no dia 19 do mesmo mês, reunindo mais de 140 pilotos de 29 países já pré-confirmados.

Enquanto Brasília e municípios vizinhos receberão as aterrissagens, a cidade de Formosa (GO) terá as decolagens no Vale do Paranã, com uma rampa a cerca de 1.000 metros de altitude. Por possuir clima seco, o Distrito Federal atrai atletas brasileiros e estrangeiros praticantes do esporte.

“Além de Brasília ter as condições climatológicas muito propícias para o voo livre, a cidade tem uma história muito forte no cenário da modalidade no Brasil e no mundo. Já foi sede do Campeonato Mundial em 2003 e depois destes anos todos seguiram como sede das etapas do Brasileiro de Asa Delta, sendo uma das mais disputadas do circuito, com grande quantidade de provas e estabilidade em termos de clima”, conta Dioclécio Rosendo, vice-presidente da Confederação Brasileira de Voo Livre (CBVL).

Até o momento, 144 pilotos estão pré-inscritos na competição. Eles representam 29 países: Japão, Brasil, Estados Unidos, Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Canadá, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, França, Grã-Bretanha, Guatemala, Holanda, Hungria, Israel, Itália, Liechtenstein, México, Noruega, Nova Zelândia, Paraguai, Rússia, República Tcheca, Suécia, Suíça e Venezuela.

Serviço:
Campeonato Mundial de Asa Delta
De 6 a 19/08
Local: Rampa do Vale do Paranã, em Formosa (GO)
Informações:
Site: http://www.brasilia2017.com.br/
Facebook: www.facebook.com/Brasilia2017

NA PRAIA CULTURAL TRAZ EXTENSA PROGRAMAÇÃO

Em 2017 o projeto ‘Na Praia Cultural’ retorna às areias do ‘Na Praia’ para movimentar ainda mais o complexo.

O projeto integra em sua programação nomes que se comunicam com diferentes gerações, conduzindo temas como artes visuais, gastronomia, música e teatro.

Entre os nomes confirmados para este ano estão os das chefs Bela Gil, Kalymaracaya e Ana Luiza Trajano, como parte da aula-show Tempero Meu, e o de João Bosco, ícone da MPB, ao lado de Raul de Souza, considerado o melhor trombonista do mundo, juntos em uma apresentação de jazz que promete ser emocionante.

A programação contará ainda com exposição do fotógrafo Kazuo Okubo e apresentação do bandolinista Hamilton de Holanda, do sambista Diogo Nogueira e dos comediantes Rodrigo Capella e Maurício Meirelles.

PROGRAMAÇÃO:

Dia 3 de agosto
Mostra de Kazuo Okubo, Bela Gil (aula-show Tempero Meu), stand-up com Rodrigo Capella, discotecagem do DJ A, e apresentação Clube do Choro convida Hamilton de Holanda com participação especial de Tiago Tunes.

Dia 10 de agosto
Mostra de Kazuo Okubo, Kalymaracaya e Eliane Régis (aula-show Tempero Meu), stand-up com Patrick Maia e Afonso Padilha, e o projeto Mesa para Três, formado pelos músicos Flávio Silva (piano), Daniel Castro (baixo) e Pedro Almeida (bateria), recebendo a cantora sueca Kajsa Beijer, radicada em Brasília, o trombonista Raul de Souza e o cantor João Bosco, em um aguardado show de jazz.

Dia 17 de agosto
Mostra de Kazuo Okubo, Marcelo Petrarca (aula-show Tempero Meu), stand-up com Maurício Meirelles, discotecagem do DJ A, e show com Dillo Daraujo convidando o guitarrista Nuno Mindelis.

Dia 24 de agosto
Mostra de Kazuo Okubo, show com os sambistas Diogo Nogueira e Renata Jambeiro, discotecagem da DJ Donna e stand-up com o humorista Fabiano Cambota.

Dia 31 de agosto
Mostra de Kazuo Okubo, Ana Trajano (aula-show Tempero Meu), stand-up com Nando Viana, discotecagem da DJ Donna e show com a Orquestra JK e Marcelo Barbosa.

Serviço:
Na Praia Cultural
Data: 3 a 31 de agosto de 2017 – todas as quintas-feiras
Horário: das 18h às 23h
Local: Orla do Lago Paranoá (atrás da Concha Acústica), Brasília/DF
Valores: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). A meia-entrada será válida para doadores de um quilo de alimento não perecível.
Classificação indicativa: 16 anos
As inscrições para as aula-show gastronômicas estarão disponíveis na segunda-feira anterior à data requerida na página do Na Praia Cultural, no Facebook. Serão consideradas as 100 primeiras inscrições, devendo os inscritos se apresentarem no local até às 18h30 para o início das atividades.
Mais informações: www.tevejonapraia.com.br | @tevejonapraia | Facebook.com/tevejonapraia

EVENTO PEQUENAS TARDES PROMETE AGITAR FÉRIAS DE JULHO

Banda Beatles para Crianças

O Pequenas Tardes é um evento que nasce pra incentivar o compartilhar da alegria em família. Os produtores querem que adultos e crianças dividam momentos memoráveis durante um dia mágico das férias de Julho, em um complexo com atividades integradas, montado com segurança, às margens do lindo Lago Paranoá.
Para que tudo isso seja mais lindo ainda, haverá durante o dia o show da banda Beatles para Crianças. Considerado o melhor espetáculo infantil de 2016, com mais de 4 mil espectadores em Brasília, Beatles para Crianças é um show criado especialmente para os pequenos e regado a muito rock’n’roll. Aquele rock de verdade, que conquista e une pais e filhos com o som do maior fenômeno da música mundial de todos os tempos, na versão infantil. Juntando todos em uma celebração onde a música é o fio condutor da diversão.
Além do show ao longo do dia…O Pequenas Tardes oferece para mamães e os papais, serviços que vão desde massagens, spa e salão de beleza, até um bier garden para relaxar ao som de boa música e o Mercadinho da Família, uma feira da economia criativa local que oferece produtos especiais para as crianças e seus familiares, de roupas e acessórios a comidinhas.

+ AcroYoga para Família com Thaís Joi
+ Oficina de Plantio com o biólogo Bruno Rocha – colocando as crianças em contato com a terra e com o valor do cuidar.
+ Oficina de gastronomia para os pequenos chefs, com Marcelo Petrarca (Restaurante Bloco C)
+ Aulas de Dança para a família com o Estúdio de Dança CM2
+ Contação de Histórias com Nyedja Gennari
+ Massagem
+ Salão de Beleza
+ Brinquedos infláveis fora do comum
+ Gostosuras Gastronômicas para a família

Serviço – Pequenas Tardes com Beatles para Crianças
Quando: 15 de julho de 2017
Onde: Cota Mil Iate Clube (SCES Trecho 2 s/n. Conjunto 26/27 Lote 2)
Horário: a partir das 10hs
Setores: Pista – Setor Único
Preços: 1º lote* – R$ 120,00 Inteira e R$ 60,00 Meia Entrada**
*preços sujeitos à alterações sem prévio aviso.
**meia entrada destinada aos beneficiários contemplados por lei.
Ingressos à venda no link: https://www.tudus.com.br/evento/cota-mil-iate-clube-pequenas-tardes–diversao-em-familia#

3ª EDIÇÃO DO BRASÍLIA PET SHOW

A 3ª edição do Brasília Pet Show acontecerá entre os dias 11 e 13 de agosto, na área externa do Pátio Brasil. A feira traz lançamentos para bichos de companhia (cães, gatos, aves, répteis e peixes), além de apresentações, palestras e conscientização com ONGs protetoras.

Com entrada gratuita, a ideia deste ano, com a vinda do evento para a área externa do Pátio Brasil, é superar os 100 mil visitantes, como aconteceu em 2015, ocasião em que o Estádio Nacional Mané Garrincha recebeu 104 mil pessoas em dois dias de evento.

O evento é organizado pela Associação Brasil Pet Show, instituição sem fins lucrativos e responsável por promover o segmento pet no DF.

“A proposta é o Brasília Pet Show ser uma grande feira voltada para a família. O brasileiro é apaixonado por animais, somos a quarta nação com o maior número de pets e o DF se destaca nesse cenário por ter uma das maiores relações animal por habitante do país. Os donos de pets estão preocupados em oferecer o melhor tratamento para o seu melhor amigo”, explica Leonardo Buzzi, presidente da Brasil Pet Show.

Entre as atrações em destaque estão as apresentações dos cães de trabalho das polícias e dos profissionais em show dog, as demonstrações de agility, de répteis, de aves exóticas e de rapina e o desfile pet fashion. Outro destaque é o encontro de raças de cães, que reunirá centenas de pessoas em torno de uma raça em comum. Estão previstos diversos encontros durante o evento.

Já aqueles que querem aprender um pouco mais sobre o tema, durante a feira serão oferecidas pequenas palestras totalmente gratuitas com renomados especialistas que abordarão temas como saúde, nutrição, tecnologia, práticas de criação e lançamentos de novos produtos.

“Preparamos três dias com atrações especiais ocorrendo todo o tempo para os aficionados por animais e com propostas que agradem toda a família, principalmente as crianças. O objetivo final do Brasília Pet Show é aproximar as pessoas do mundo animal”, ressalta Leonardo.

Serviço:
Brasília Pet Show
Dias: 11, 12 e 13/08
Horário: sexta-feira e sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 12 às 20h
Local: Pátio Brasil Shopping
Entrada Franca
Informações: www.brasiliapetshow.com.br ou (61) 99976-0432
Classificação Livre