SOM: A HISTÓRIA QUE NÃO VEMOS

A estreita relação entre cinema e imagem ganha novos contornos na mostra “Som: A História Que Não Vemos”, onde o som se torna o principal protagonista da programação gratuita que chega ao Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília, de 2 a 19 de novembro.

A curadoria de Bernardo Adeodato selecionou longas-metragens que marcaram a história da utilização do som, desde o primeiro filme com áudio sincronizado à imagem – “O cantor de Jazz” (1927) – até produções recentes do cinema nacional como “O som ao redor” (2012).

Na programação, filmes de todos os gêneros, épocas e origens, com destaque para “M – O vampiro de Düsseldorf”, de Fritz Lang (Alemanha, 1931); “Cantando na chuva”, de Gene Kelly, Stanley Donen (EUA, 1952); “Era uma vez no Oeste”, de Sergio Leone (Itália/EUA/Espanha, 1968); “2001: Uma Odisséia no Espaço”, de Stanley Kubrick (EUA/Grã-Bretanha, 1968) e “Apocalipse Now Redux”, de Francis Ford Coppola (EUA, 1979).
“Som: a história que não vemos’ é uma mostra dedicada a discutir e valorizar o uso do som, seja narrativamente, artisticamente ou criativamente; sublinhando sua função essencial no cinema contemporâneo, com sistemas surrounds e tecnologias que expandem cada vez mais seus limites.” Convida Bernardo Adeodato.

Sessões infantis:

Dentro da programação, vale destacar a realização de sessões infantis nos fins de semana, sempre às 11 da manhã, com a exibição da animação da Disney “Fantasia” (1940), o primeiro filme feito em surround, nos dias 4 e 11 de novembro (sábados); e “Wall-E” (2008), de Andrew Stanton, nos dias 5 e 12 de novembro (domingos).

Sessões inclusivas:

Com foco nos deficientes auditivos e visuais, a programação apresenta uma sessão especial do filme Gravidade (2013), de Alfonso Cuarón, no dia 14 de novembro, às 16:30, com tradução de libras e audiodescrição.

Uma grande novidade é a inclusão de duas sessões adaptadas às crianças com autismo: No sábado (18 de novembro), às 11 horas, a Sessão BB Azul de Cinema exibe “Fantasia”. Já no domingo (19 de novembro), às 11 horas, a Sessão BB Azul de Cinema traz “Wall-E “.

Debate:

Além da exibição de filmes, será realizado um debate aberto ao público, no dia 16 de novembro (quarta), às 19 horas, com a participação do curador Bernardo Adeodato e dos cineastas Eduardo Nunes e Adirley Queirós.

PROGRAMAÇÃO:

Quinta, 02 de novembro

16h30 – O cantor de Jazz (1927 / 88′ / 12 anos / Bluray)
18h30 – A conversação (1974 / 113′ / 12 anos / Bluray)

Sexta, 03 de novembro

15h30 – O barco – Inferno em alto mar (1981 / 208′ / 16 anos / Bluray)
19h30 – Sudoeste (2011 / 128′ / 12 anos / 35mm)

Sábado, 04 de outubro

11h – Fantasia (1940 / 120′ / Livre / Bluray)
16h30 – Cantando na chuva (1952 / 103′ / Livre / Bluray)
18h30 – O som ao redor (2012 / 131′ / 12 anos / 35mm)

Domingo, 05 de novembro

11h – Wall-E (2008 / 109′ / Livre / Bluray)
16h30 – Andarilho (2008 / 80′ / 12 anos Bluray)
18h30 – Stalker (1979 / 163′ / 12 anos / 35mm)

Terça, 07 de novembro

16h30 – Apocalipse Now (1979 / 153′ / 16 anos / Bluray)
19h30 – Eraserhead (1977 / 85′ / 16 anos / 35mm)

Quarta, 08 de novembro

16h30 – M – O vampiro de Düsseldorf (1931 / 117′ / 16 anos / Bluray)
19h30 – Era uma vez no Oeste (1968 / 164′ / 12 anos / Bluray)

Quinta, 09 de novembro

17h30 – Gravidade (2013 / 91′ / 12 anos / Bluray)
19h30 – 2001: Uma odisséia no espaço (1968 / 149′ / 12 anos / Bluray)

Sexta, 10 de novembro

17h30 – Andarilho (2008 / 80′ / 12 anos / Bluray)
19h30 – Stalker (1979 / 163′ / 12 anos / 35mm)

Sábado, 11 de novembro

11h – Fantasia (1940 / 120′ / Livre / Bluray)
16h – Alien – O oitavo passageiro (1979 / 117′ / 16 anos / Bluray)
18h30 – Playtime (1967 / 115′ / 12 anos / 35mm)

Domingo, 12 de novembro

11h – Wall-E (2008 / 109′ / Livre / Bluray)
15h30 – Apocalipse Now Redux (1979 / 202′ / 16 anos / Bluray)
19h30 – Persona (1966 / 85′ / 12 anos / 35mm)

Terça, 14 de novembro

16h30 – Gravidade (2013 / 91′ / 12 anos / Bluray)*
18h30 – 2001: Uma odisséia no espaço (1968 / 149′ / 12 anos / Bluray)
*Sessão audiodescrição

Quarta, 15 de novembro

16h30 – Cantando na chuva (1952 / 103′ / Livre / Bluray)
18h30 – O som ao redor (2012 / 131′ / 12 anos / 35mm)

Quinta, 16 de novembro

16h30 – Sudoeste (2011 / 128′ / 12 anos / 35mm)
19h – DEBATE: Bernardo Adeodato, Eduardo Nunes e Adirley Queirós

Sexta, 17 de novembro

16h – O barco – Inferno em alto mar (1981 / 208′ / 16 anos / Bluray)
20h – Entusiasmo (1930 / 67′ / 12 anos / Bluray)

Sábado, 18 de novembro

11h – Sessão BB Azul de Cinema – Fantasia
(sessão adaptada às crianças com autismo)
17h30 – Persona (1966 / 85′ / 12 anos / 35mm)
19h30 – Eraserhead (1977 / 85′ / 16 anos / 35mm)

Domingo, 19 de novembro

11h – Sessão BB Azul de Cinema – Wall-E
(sessão adaptada às crianças com autismo)
16h – Alien – O oitavo passageiro (1979 / 117′ / 16 anos / Bluray)
18h30 – Playtime (1967 / 115′ / 12 anos / 35mm)

Serviço:
Mostra “Som: a história que não vemos”
De 02 a 19/11
Local: CCBB-SCES, Trecho 02, lote 22
Horários de exibição: bb.com.br/cultura
Tel.: (61) 3108-7600
Entrada franca
Classificações indicativas: Ver programação

O DOCUMENTÁRIO ‘ON YOGA: ARQUITETURA DA PAZ’ DE HEITOR DAHLIA RETRATA UMA JORNADA DE DEZ ANOS COM OS MAIORES MESTRES DA YOGA

O novo filme ‘On Yoga: Arquitetura da paz’ do diretor brasileiro Heitor Dhalia, é um documentário baseado no livro de mesmo nome do renomado fotógrafo americano Michael O’Neill.

Exibido na ‘Mostra Panorama do Cinema Mundial’ na última edição do Festival do Rio e Raindance Fim Festival em Londres, o filme conta a história dos dez anos em que o autor passou registrando os grandes mestres da yoga.

O filme foi idealizado como uma extensão profunda da obra original, ao colocar questões humanas a partir da perspectiva atual e misturá-la com elementos de movimento e som experimental, o que resulta em uma nova visão da arte da yoga.

No início de 2016, Heitor Dhalia e Michael O’Neill viajaram juntos para conduzir entrevistas com gurus e grandes mestres da yoga em várias partes da Índia, incluindo o Festival Internacional de Yoga em Rishikesh, bem como o Mela Festival Kumbha, em Haridwar.

Já no mês de junho do mesmo ano, cineasta e fotógrafo finalizaram as filmagens do documentário em Nova York, onde conversaram com grandes pensadores, médicos indianos e americanos, além de professores iogues.

“O mundo vive grandes conflitos, existem muitas perguntas a serem respondidas. Foi muito interessante ouvir o que os grandes mestres da yoga têm a dizer sobre tudo isso, sobre a vida e a espiritualidade. A obra do Michael é o melhor livro de fotografia do mundo já feito sobre a yoga. Quando o Alcir Lacerda Filho, produtor da Urso Filmes, me convidou para o projeto fiquei muito empolgado em ir mais a fundo nesse universo. O filme é visualmente muito interessante e traz discussões filosóficas e contemporâneas muito importantes”, comenta o cineasta Heitor Dhalia.

“Trata-se do primeiro projeto internacional da produtora e uma ótima chance de iniciar a parceria com a Paranoid, num momento em que precisamos olhar para o mercado internacional. Acompanhei de perto como a yoga e a meditação transformaram a vida do Michael, permitindo seu retorno à fotografia, resultando num livro fascinante. Apresentei o Heitor a ele e vimos a oportunidade de produzir um documentário que retrata a importância e grandiosidade do mundo da yoga”, comenta o sócio e produtor da Urso Filmes, Alcir Lacerda Filho.

“Além do tema e de todo o background que o Michael traz ao projeto, com o livro, como praticante e profundo conhecedor da yoga, soma-se o olhar e o conhecimento de dramaturgia do Heitor, o que resultou em uma história linda e rica. Do ponto de vista da produtora é também uma oportunidade muito boa de começar a explorar o mercado internacional com um produto rodado em inglês, que já nasce com esse potencial de venda para o mercado externo. Acho que essa conjuntura de câmbio vai abrir muitas janelas para um produto bem feito e de tema universal”, ressalta o sócio e produtor executivo da Paranoid, Egisto Betti.

Michael O’Neill é um dos fotógrafos mais respeitados do mundo. Ele trabalhou muitos anos para as publicações Fortune, Vanity Fair, The New York Times Magazine, Life, Rolling Stone, Time e Newsweek, além de inúmeros outros clientes, para os quais fotografou grandes artistas e celebridades.

Depois de uma carreira de 35 anos carregando sua câmera, torcendo seu pescoço e comprometendo a sua postura, ele precisou passar por uma cirurgia em sua coluna vertebral.

O procedimento, no entanto, resultou na paralisia do seu braço direito. O’Neill poderia ter aceitado seu destino e o final de sua carreira, mas ele escolheu outro caminho: estudar meditação, usar hidroterapia para recuperar o movimento e a yoga para equilibrar o sistema nervoso.

Após um ano, ele foi capaz de mover seu braço novamente. Foi assim que a yoga e a meditação tornaram-se indispensáveis em sua vida, começando essa jornada, que agora será compartilhada com o Brasil.

MOSTRA ANIMA MUNDI 2017

Os Fãs de filmes de animação podem se preparar! O Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB Brasília será sede de um dos mais importantes festivais de animação do mundo.

Entre 5 e 12 de outubro, uma seleção com o melhor da edição 2017 do festival será apresentada em Brasília na Mostra Especial Anima Mundi 2017.

O Anima Mundi foi realizado pela primeira vez no CCBB do Rio de Janeiro, em 1993, e despertou o Brasil para o mercado de animação. Hoje, é o maior festival do gênero na América Latina. Em seus 25 anos de história, foram cerca de 10 mil filmes de 75 países diferentes exibidos para mais de um milhão de espectadores.

Em Brasília, serão 36 sessões entre produções nacionais e internacionais com as mais variadas técnicas de animação, que incluem títulos clássicos – selecionados especialmente para celebrar o jubileu de prata do Anima Mundi –, como o inglês Manipulação (Manipulation), o brasileiro O Projeto do Meu Pai e o alemão O Presente (The Present).

O Canadá ganha um recorte especial dentro da mostra e traz os premiados filmes A Grande Picuinha (The Big Snit), Entrega Especial (Special Delivery), O Farol (Le Phare) e O Jogo das Miçangas (The Bead Game), entre outros.

A Mostra Especial Anima Mundi 2017 exibe ainda produções da Argentina, Suíça, dos Estados Unidos, Portugal, França, além do longa-metragem convidado dessa edição, o uruguaio Selkirk, o Verdadeiro Robinson Crusoé, de Walter Tournier.

No dia 12 de outubro, a programação será toda dedicada às crianças, exibindo apenas filmes voltados para o público infantil. Neste dia, as sessões serão gratuitas. A programação do Dia das Crianças contará, entre outros, com os curtas Chocante (Eggs Change), Chika, o Cachorro do Gueto (Chika, Die Hündin Im Guetto) e Juntando Cabeças (Kop Op), além dos brasileiros A Primeira Flauta, Diário de Areia e Por que vemos colorido?.

Serviço:
Anima Mundi
De 05 e 12/10
Local: CCBB-SCES Trecho 02, lote 22
Ingressos: R$5
Tel: (61) 3108-7600
Programação: bb.com.br/cultura
Classificação livre.

50ª EDIÇÃO DO FESTIVAL DE BRASÍLIA DO CINEMA BRASILEIRO

A 50ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro acontece entre os dias 15 e 24 de setembro no Cine Brasília e Regiões Administrativas do DF.

Esta edição vem marcada por novidades, a começar pela programação que agora vem com 10 dias,; o lançamento do aplicativo para smartphones; o ‘Prêmio Petrobrás de Cinema’, que patrocinará a distribuição dos filmes eleitos pelo júri popular nas ‘Mostra Competitiva’ e ‘Mostra Brasília’; Mostra Futuro Brasil, onde 6 longas-metragens ainda em processo de finalização poderão ser exibidos; a participação de júri internacional, além de oficinas, debates e uma extensa programação para comemorar o cinquentenário do festival.

Para Guilherme Reis, Secretário de Cultura do DF, o crescimento do setor de audiovisual é notório. “O fomento à produção em todo território nacional é crescente e jovens realizadores terão um futuro promissor no mercado”, acredita.

“Foram 3 milhões investidos nesta edição do festival e estamos muito animados com o novo edital do FAC (Fundo de Apoio à Cultura) para Audiovisuais. Serão investidos 22 milhões em recursos e caminhamos para um real avanço nas políticas públicas do setor”, esclarece.

Na noite de abertura, no dia 15 de setembro, ‘Não devore meu coração’ de Felipe Bragança, exibido nos festivais de Sundance e Berlim este ano.
O ator Cauã Raymond e o cantor Ney Matogrosso estão no elenco do longa-metragem que conta a história de amor entre o jovem Joca (interpretado por Eduardo Macedo), um garoto de 13 anos, e Basano (Adeli Benitez), uma menina indígena que mora na fronteira entre Brasil e Paraguai.

Também na noite de abertura, uma homenagem a Nelson Pereira dos Santos, que receberá a ‘Medalha Emílio Salles Gomes’, que destaca grandes nomes do cinema brasileiro.
nelson Pereira dos santos tem no seu currículo obras como “Rio 40 Graus” (1955), “Vidas secas” (1963) e “Memórias do Cárcere” (1984).

Serviço:
Festival de Brasília do Cinema Brasileiro – 50ª edição
De 15 a 24 de setembro de 2017
Informações: http://www.festivaldebrasilia.com.br/

ALÉM DA ILUSÃO NATALIE PORTMAN & LILY ROSE DEPP ESTRELAM LONGA DE SUSPENSE

O novo filme da diretora Rebeca Zlotowski, ‘Além da Ilusão’, é uma produção franco-belga passada no final da década de 30 em Paris.

Um drama com um toque de suspense que tem como pano de fundo a relação entre as irmãs Laura (Natalie Portman) e Kate Barlow (Lily Rose Depp) e o produtor de cinema André Korben (Emanuel Salinger).

Com inspiração na história verídica das irmãs Fox, que eram médiuns americanas famosas e atuantes no século XIX, a diretora criou um roteiro onde as duas acabam se envolvendo no universo glamouroso dos filmes e são exploradas pelo produtor.

No longa metragem, o período que antecede a segunda guerra é conturbado, cheio de tramas e exatamente por isso Rebecca também abordou as consequências das ações antissemitas na película e também buscou inspiração na história verídica de Bernard Natan, produtor de cinema de origem romena, que sofreu  os horrores da guerra.

“Seu destino trágico me interessou e eu queria falar sobre isso, utilizar o cinema como uma ferramenta de justiça. Estamos no meio de um grande declínio em todos os níveis – moral, religioso e político”.

Natalie Portman, escolhida para o papel principal, tem presença forte e poderosa na trama e consegue transparecer isso em cada cena. Os olhares, a expressão facial e o jeito como ela se locomove estão impecáveis.

A jovem Lily Rose Depp, que pra quem não sabe é fruto do relacionamento entre o ator americano Johnny Depp e a cantora francesa Vanessa Paradis, impressiona apesar da idade (ela tem apenas 17 anos), mostra tem que tem o talento dos pais no sangue.

Como a irmã a mais nova de Laura, Kate (Lily Rose Depp) é explorada e dissuadida a se afastar da irmã e fazer as sessões espíritas sob a influência de André.

Com o passar o tempo enquanto Laura se envolve cada vez mais com o cinema, Kate vai perdendo o controle sobre si, e, seu corpo e mente são colocados em risco.

No elenco também Louis Garrel como o ator Fernand Prouvé e Amira Casar como Eva Said.

AVENTURA ANTONIONI FAZ RETROSPECTIVA DO CINEASTA

Criador de filmes ‘visionários’, segundo o sueco Ingmar Bergman, Michelangelo Antonioni (1912 – 2007) marcou a história do cinema com um estilo único, que incluía poucos planos, diálogos sucintos, longas e belas sequências, espaços para a contemplação, para o silêncio, para o respiro dos espectadores.

A obra desafiadora deste mestre do cinema estará agora ao alcance do espetador. A mostra AVENTURA ANTONIONI vai exibir uma retrospectiva completa do realizador que conquistou todos os principais prêmios do cinema mundial.

Serão ao todo quatro semanas de exibição, com títulos em formato 35mm e arquivo digital, em cópias diretamente cedidas pela Cinecittá Luce.

A retrospectiva completa do diretor, roteirista e produtor Michelangelo Antonioni contempla desde o início da carreira, com seus pouco vistos curtas-metragens documentários, até as colaborações finais com cineastas como Wim Wenders (“Além das Nuvens”), Steven Soderbergh e Wong Kar-Wai (“Eros”), passando pela fase mais conhecida, de obras-primas como a “trilogia da incomunicabilidade” (“A Aventura”, “A Noite” e “O Eclipse”) e chegando a títulos que marcaram a história do cinema como “Deserto Rosso – O Dilema de uma Vida”, “Blow-Up – Depois Daquele Beijo”, “Zabriskie Point” e “Passageiro: Profissão: Repórter”.

As exibições serão acompanhadas da aula magna Antonioni Overground, no dia 19 de maio, a partir das 19h, ministrada pelo crítico italiano Adriano Aprà, um dos maiores historiadores italianos e nome fundamental da crítica europeia desde os anos 1970.

AVENTURA ANTONIONI inclui ainda um catálogo feito a partir de um intenso trabalho de pesquisa sobre a obra do cineasta, com fotos, fichas técnicas, filmografia comentada e textos sobre o universo de Michelangelo Antonioni. A obra contém artigos críticos e configura-se como verdadeiro legado da mostra, fonte de pesquisa bibliográfica no Brasil, com ensaios e entrevistas.

AULA MAGNA

No dia 19 de maio, sexta-feira, às 19h, o crítico italiano Adriano Aprà vai ministrar a masterclass Antonioni Overground, voltada para o público em geral. Adriano Aprà é colaborador da revista Filmcritica e cofundador de Cinema e Film, dirigiu os festivais de cinema de Salsomaggiore (nos anos 1970 e 1980) e de Pesaro (durante a década de 1990), que foram dos mais exigentes da Itália.

Dirigiu também a Cineteca Nazionale, em Roma, entre 1998 e 2002. Editou livros de André Bazin, Jean-Luc Godard, Raffaello Matarazzo, Andy Warhol, Jean-Marie Straub, Alessandro Blasetti, Pietro Germi, Roberto Rossellini e Michelangelo Antonioni. Adriano Aprà também foi professor de História do Cinema Italiano na Università di Roma Tor Vergata entre os anos 2002 e 2008.

Em 2015, apresentou na Cinemateca Portuguesa o ciclo Histórias do Cinema, onde apresentou uma seleção de cinco filmes de Michelangelo Antonioni, dentre eles O Grito e A Noite. A aula terá entrada franca, mediante apresentação de senhas que começam a ser distribuídas uma hora antes do início da atividade. Na ocasião também será feito o lançamento do catálogo da mostra.

PROGRAMAÇÃO:

Quarta, 03/05
17h – Um Piloto Retorna (80min) – Livre
19h – O Abismo de Um Sonho (86min) – Livre

Quinta, 04/05
17h – Tempestade (120min) – Livre
19h30 – Lo Sguardo Che Ha Cambiato Il Cinema (55min) – Livre

Sexta, 05/05
14h30 – Trágica Perseguição (89min) – Livre
16h30 – O Eclipse (126min) – 14 anos
19h – Deserto Rosso, O Dilema de Uma Vida (117min) – 14 anos

Sábado, 06/05
14h – A Aventura (143min) – 14 anos
17h – A Noite (122min) – 14 anos
19h30 – O Eclipse (126min) – 14 anos

Domingo, 07/05
14h – Deserto Rosso, O Dilema de Uma Vida (117min) – 14 anos
16h30 – A Noite (122min) – 14 anos
19h – A Aventura (143min) – 14 anos

Segunda, 08/05
18h – Antonioni-Hitchcock: a Imagem em Fuga + Lo Sguardo Di Michelangelo (57min) – Livre
19h30 – O Abismo de Um Sonho (86min) – Livre

Quarta, 10/05
17h – A Tempestade (120min) – Livre
19h30 – As Três Faces de Uma Mulher (115min) – Livre

Quinta, 11/05
17h30 – Antonioni-Hitchcock: a Imagem em Fuga + Lo Sguardo Di Michelangelo (57min) – Livre
19h – Um Piloto Retorna (80min) – Livre

Sexta, 12/05
17h30 – – Ritorno a Lisca Bianca + Fotoromanza + Khumba Mela + Um Pò di Giappone + Noto, Mandorli, Vulcano, Stromboli, Carnevale (42min) – Livre
19h – 12 diretores para 12 Cidades (90min) – Livre

Sábado 13/05
17h – Fare Un film Pour Moi C’est Vivre (52min) – Livre
19h – Além das Nuvens (112min) – 18 anos

Domingo, 14/05
17h – Archeologia del Set: Ritorno a Lisca Bianca (63min) – Livre
18h30 – As Três Faces de Uma Mulher (115min) – Livre

Segunda, 15/05
19h – Gente do Pó + NU + L’amorosa Monzogna + Superztizione + La Villa dei Mostri + Sette Canne Un Vestito + Vertigine (66min) – Livre

Quarta, 17/05
15h – Amores na Cidade (sessão inclusiva) (115min) – Livre – gratuita
17h30 – 12 diretores para 12 Cidades (90min) – Livre
19h30 – Trágica Perseguição (89min) – Livre

Quinta, 18/05
16h30 – Lo Sguardo Che Há Cambiato Il Cinema (55min) – Livre
18h – China (208min) – 14 anos

Sexta, 19/05
14h – Zabriskie Point (110min) – 12 anos
16h30 – O Passageiro: Profissão Repórter (119min) – 14 anos
19h – AULA MAGNA – ADRIANO APRÀ

Sábado, 20/05
16h – Gente do Pó + NU + L’amorosa Monzogna + Superztizione + La Villa dei Mostri + Sette Canne Un Vestito + Vertigine (66min) – Livre
17h30 – Archeologia del Set: Ritorno a Lisca Bianca (63min) – Livre
19h – Blow Up, Depois Daquele Beijo (111min) – 14 anos

Domingo, 21/05
14h30 – Ritorno a Lisca Bianca + Fotoromanza + Khumba Mela + Um Pò di Giappone + Noto, Mandorli, Vulcano, Stromboli, Carnevale (42min) – Livre
15h30 – China (208min) – 14 anos
19h30 – O Passageiro: Profissão Repórter (119min) – 14 anos

Segunda, 22/05
14h30 – Zabriskie Point (110min) – 12 anos
17h – Blow Up, Depois Daquele Beijo (111min) – 14 anos
19h – DEBATE – MIKE PEIXOTO E JOÃO LANARI BO

Quarta, 24/05
15h – Eros (102min) – 14 anos
17h – As Amigas (104min) – 14 anos
19h – O Grito (116min) – 14 anos

Quinta, 25/05
13h – Crimes da Alma (98min) – Livre
15h – Amores na Cidade (115min) – Livre
17h30 – A Dama sem Camélias (101min) – Livre
19h30 – Os Vencidos (113min) – 14 anos

Sexta, 26/05
14h30 – Identificação de Uma Mulher (128min) – 12 anos
17h – O Mistério de Oberwald (129min) – 14 anos
19h30 – Eros (102min) – 14 anos

Sábado, 27/05
13h30 – Fare Un Film Pour Moi C’Est Vivre (52min) – Livre
15h – Além das Nuvens (112min) – 18 anos
17h30 – Crimes da Alma (98min) – Livre
19h30 – O Grito (116min) – 14 anos

Domingo, 28/05
14h – O Mistério de Oberwald (129min) – 14 anos
16h30 – A Dama Sem Camélias (101min) – Livre
19h – As Amigas (104min) – 14 anos

Segunda, 29/05
14h – Os Vencidos (113min) – 14 anos
16h30 – Amores na Cidade (115min) – Livre
19h – Identificação de Uma Mulher (128min) – 12 anos

Serviço:
Aventura Antonioni
De 03 a 29/05
Local: CCBB-SCES Trecho 2 entrada A chácara 108
Ingressos: R$10 e R$5
Informações: www.ccbb.com.br

‘PEQUENO SEGREDO’ CONTA COMOVENTE HISTÓRIA DA PEQUENA KAT

pequeno-segredo-2

Apesar da polêmica em torno da escolha do longa ‘Pequeno Segredo’ para representar o Brasil no Oscar 2017, o filme baseado no livro “Pequeno segredo – A lição de vida de Kat para a família Schürmann’, escrito por Heloisa Schürmann, é bom, tem boas interpretações e não faz feio como a maioria da crítica insiste em enfatizar.
Julia Lemmertz (Heloísa) convence com a mãe adotiva da pequena Kat (Mariana Goulart), em sua preocupação constante com a menina frágil, que adentra a puberdade com todos os questionamentos da idade, os conflitos na escola, o primeiro amor e o ‘segredo’ que ela mesma desconhece sobre si mesma.
Kat era uma criança neozelandesa, nascida em 1992, fruto do relacionamento de Robert (Errol Shand) e Jeanne (Maria Flor) e teve a oportunidade de viver intensamente 13 anos de sua vida, navegando por todo o mundo e conhecendo inúmeros lugares e países. Aventureira e corajosa, a pequena menina nunca deixou de lutar por tudo aquilo que queria e gostava.Teve uma vida que muitos gostariam, mas morreu precocemente em decorrência das complicações do vírus HIV adquirido através de sua mãe biológica.
No filme, que passeia por cenas do passado e presente, é possível sentir da realidade que a família viveu ao lado da menina. Em uma das cenas Heloísa descreve sua sensação a cada pôr do sol ao lado da garota: ‘A gente observa o dia ir embora, sem saber se vai ser o último que passaremos juntas’.
Sem parecer piegas, ‘Pequeno Segredo’ é um filme para toda família e toca sim em pontos importantes como o desapego, o amor, a valorização de cada momento e a certeza em saber o quão efêmera a vida é.

BIFF-BRASÍLIA INTERNATIONAL FILM FESTIVAL 2016

29821350093_3c32a86e83_z

Uma maratona cinematográfica, com direito a programação inédita no Brasil, homenagem ao grande cineasta Sergio Leone e pré-estreias especiais. Esta é a promessa do V BIFF – BRASÍLIA INTERNATIONAL FILM FESTIVAL/FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DE BRASÍLIA, que acontece entre 4 e 13 de novembro, no Cine Brasília e no Cine Cultura Liberty Mall. Serão 16 filmes, entre ficções e documentários de longa-metragem nas mostras competitivas, seis títulos assinados por Leone na mostra especial, três animações para o público infantil, dois títulos em pré-estreia e um filme especial de encerramento. Uma grande celebração do cinema mundial na capital brasileira. A festa começa às 20h30, com a participação especial da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro executando composições de Ennio Morricone para a trilha sonora do filme Por um punhado de dólares, de Sérgio Leone, que poderá ser visto em seguida, na Sessão de Abertura, no Cine Brasília.
Voltado para a produção de jovens realizadores, o BIFF – BRASÍLIA INTERNATIONAL FILM FESTIVAL/FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DE BRASÍLIA vai apresentar, nas mostras competitivas, filmes inéditos no Brasil, produzidos entre 2015 e 2016, e que são a primeira ou até a terceira realização do diretor. Para esta quinta edição, os 16 filmes em competição foram selecionados de um total de 321 produções inscritas, de 40 países diferentes. Participaram da comissão de curadoria o crítico e jornalista Rodrigo Fonseca, o produtor, exibidor e diretor geral do BIFF, Nilson Rodrigues, as produtoras Lorena Quintas, Scarlett Rocha e Rafaella Rezende, a jornalista e programadora Anna Karina de Carvalho e a cineasta Érika Bauer.
Além das exibições, o Festival promoverá um curso de roteiro, ministrado pela cineasta argentina Maria Meira (premiada no festival de Sundance pelo roteiro de La mirada invisible), e debates sobre os filmes, com a presença de realizadores e/ou dos curadores. Para as crianças, o festival oferece a mostra Mundo Animado, com três títulos que poderão ser vistos por alunos das escolas públicas – através de agendamento – e pelo público em geral. Na Sessão de Encerramento, exibição de Ma Ma, o mais novo filme do escritor e cineasta basco Julio Medem, o mesmo de Lucía e o Sexo (2010). Produzido em 2015, o filme é protagonizado pela atriz Penélope Cruz.

MOSTRA SERGIO LEONE

O 5º BIFF – BIFF – BRASÍLIA INTERNATIONAL FILM FESTIVAL/FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DE BRASÍLIA fará uma homenagem especial ao premiado diretor italiano Sergio Leone (1929-1989), conhecido como o criador do western spaghetti, o faroeste à italiana, que renovou o gênero western. A obra de Leone, que é inspiração confessa de diretores contemporâneos como Quentin Tarantino e Robert Rodriguez, estará representada por seis títulos, dentre os mais conhecidos do realizador. Os ingressos para as sessões da mostra dedicada ao grande cineasta terão preço fixo de R$4.

MUNDO ANIMADO

Especialmente programada para crianças a partir dos seis anos de idade, a mostra Mundo Animado vai apresentar três títulos, que poderão ser vistos aos sábados e domingos, às 11h, e de segunda a sexta-feira, às 9h30 e às 14h30. A mostra é aberta a alunos da rede pública de ensino através de agendamento prévio (sem cobrança de ingresso) e também ao público em geral, com ingressos a R$12 e R$6.

30156065100_54bfda2b85_b

PROGRAMAÇÃO DIÁRIA

Dia 04/11 – SEXTA-FEIRA
20h30 – Cerimônia e filme de abertura – Para convidados
Por um punhado de dólares/ Per un pugno di dollari – Faroeste, 99 min, Espanha / Alemanha / Itália, 1966

Dia 05/11 – SÁBADO
9h – Oficina de roteiro com a cineasta argentina Maria Meira/ Módulo I – somente para inscritos
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

11h – Mortadelo e Salaminho em Missão Inacreditável/Mortadelo y Filemón contra Jimmy el Cachondo – Espanha, 2016, 91 MIN, Javier Fesser, Classificação: 10 anos / MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h- Album – Turquia, 2016, An Martoglu, 95MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

14h30 – Por uns dólares a mais/For a Few Dollars More – Espanha/Alemanha/Itália, 1965, 132 MIN, Sergio Leone, Ação/Policial / MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

15h – Em Busca do Sentido – França, 2015, Nathanaël Coste e Marc de la Ménardière, 87 MIN, Documentário / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA

16h – Zoe – Espanha, 2016, Ander Duque, 89 MIN Documentário / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

17h- Jonas e o circo sem lona – Brasil, 2015, Paula Gomes, 82 MIN, Documentário/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

18h- Pizarro – Colômbia, 2015, Simón Hernandez, 82 MIN, Documentário/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

18h30 – Por um punhado de dólares/ A Fistful of Dollars / MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

19h – A caridade/ La Caridad – México, 2015, Marcelino Islas Hernandez, 108 MIN, ficção / drama / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO COM A PRESENÇA DO DIRETOR

20h – Cartas de Guerra – Portugal, 2016, Ivo Ferreira, 95 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

21h – Barash – O amor bate à sua porta/ Barash – Israel, 2015, Michal Vinik, 85 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA

Dia 06/11 – DOMINGO
9h – Oficina de roteiro com a cineasta argentina Maria Meira/ Módulo II – somente para inscritos
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

11h – Canção do oceano/ Song of the Sea – Bélgica / França / Dinamarca / Irlanda / Luxemburgo, 93 MIN, Tomm Moore, 2014, Classificação: 6 anos/ MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h- Barash – O amor bate à sua porta/ Barash – Israel, 2015, Michal Vinik, 85 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

14h30 – Masoumeh – Marcas da opressão/ Masoumeh – Irã, 2015, Sona Moghhaddam, 71 MIN, Documentário / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA

16h – Escada para o paraíso/ Ladder do Paradise – China, 2015, Junjian Liang e Han Xiao, 89 MIN, Documentário/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

16h30 – Pizarro – Colômbia, 2015, Simón Hernandez, 82 MIN, Documentário/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

18h- Exercícios da memória/ Ejercícios de memoria – Paraguai, 2015, Paz Encina, 70MIN, Documentário/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

18h30 – As mãos daquela menina / La Jeune Fille Sans Mains – França, 2016, Sébastien Laudenbach, 76 MIN, ficção/animação
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

18h30h – Três homens em conflito/ The good, the bad nd the ugly – Espanha/Itália, 1966, Sergio Leone, 179 MIN, Faroeste/ MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

20h – Estados Unidos Pelo Amor – Polônia, 2016, Tomasz Wasilewski, 96 MIN, Ficção / drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

20H30 – A caridade/ La Caridad – México, 2015, Marcelino Islas Hernandez, 108 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA

Dia 07/11 – segunda-feira
9h30 – Pinóquio/ Pinocchio – Alemanha, 96 MIN, Anna Justice, 2013, Classificação: 8 anos/ MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h- As mãos daquela menina / La Jeune Fille Sans Mains – França, 2016, Sébastien Laudenbach, 76 MIN, ficção/animação/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

14h30 – Mortadelo e Salaminho em Missão Inacreditável/Mortadelo y Filemón contra Jimmy el Cachondo – Espanha, 91 MIN, Javier Fesser, 2016, Classificação: 10 anos / MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

16h – A composição / Her Composition – EUA/Alemanha, 2015, Stephan Littger, 93 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA3

17h – Sem mover os lábios / Sin mover los labios – Colômbia, 2015, Carlos Osuna, 93 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

30454260805_6b3ca37eb9_z

18h- Jonas e o circo sem lona – Brasil, 2015, Paula Gomes, 82 MIN, Documentário/MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

18h30 – Era uma vez na América/ Once Upon a Time in America – EUA/Itália, 1984, 251MIN, Sergio Leone, Drama/Policial/ MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

19h – Em Busca do Sentido – França, 2015, Nathanaël Coste e Marc de la Ménardière, 87 MIN, Documentário / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

20h – A caridade/ La Caridad – México, 2015, Marcelino Islas Hernandez, 108 MIN,
ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

20h30 – Pizarro – Colômbia, 2015, Simón Hernandez, 82 MIN, Documentário/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA

Dia 08/11 – terça-feira

9h30 – Canção do oceano/ Song of the Sea – Bélgica / França / Dinamarca / Irlanda / Luxemburgo, 93 MIN, Tomm Moore, 2014, Classificação: 6 anos/ MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h- Escada para o paraíso/ Ladder do Paradise – China, 2015, Junjian Liang e Han Xiao, 89 MIN, Documentário/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

14h30 – Pinóquio/ Pinocchio – Alemanha, 96 MIN, Anna Justice, 2013, Classificação: 8 anos/ MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

16h – Cartas de Guerra – Portugal, 2016, Ivo Ferreira, 95 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA3

17h – Al Purdy esteve aqui / Al Purdy Was Here – Canadá, 2015, Brian D. Johnson, 90 MIN, Documentário / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

18h- Album – Turquia, 2016, Can Martoglu, 95MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

18h30 – Quando explode a vingança/ A Fistful of Dynamite – Itália, 1971, 197 MIN, Sergio Leone, Faroeste/ MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

19h – Masoumeh – Marcas da opressão/ Masoumeh – Irã, 2015, Sona Moghhaddam, 71 MIN, Documentário / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

20h – Sem mover os lábios / Sin mover los labios – Colômbia, 2015, Carlos Osuna, 93 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

20h30 – Zoe – Espanha, 2016, Ander Duque, 89 MIN Documentário/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA

Dia 09/11 – quarta-feira

9h30 – Mortadelo e Salaminho em Missão Inacreditável/Mortadelo y Filemón contra Jimmy el Cachondo – Espanha, 91 MIN, Javier Fesser, 2016, Classificação: 10 anos / MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h- Exercícios da memória/ Ejercícios de memoria – Paraguai, 2015, Paz Encina, 70 MIN, Documentário/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

14h30 – Canção do oceano/ Song of the Sea – Bélgica / França / Dinamarca / Irlanda / Luxemburgo, 93 MIN, Tomm Moore, 2014, Classificação: 6 anos/ MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

16h – Sem mover os lábios / Sin mover los labios – Colômbia, 2015, Carlos Osuna, 93 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA3

17h – Escada para o paraíso/ Ladder do Paradise – China, 2015, Junjian Liang e Han Xiao, 89 MIN, Documentário/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

18h- Al Purdy esteve aqui / Al Purdy Was Here – Canadá, 2015, Brian D. Johnson, 90 MIN, Documentário / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

18h30 – Por uns dólares a mais/ For a Few Dollars More – Espanha/Alemanha/Itália, 1965, 132 MIN, Sergio Leone, Ação/Policial/ MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

19h – Barash – O amor bate à sua porta/ Barash – Israel, 2015, Michal Vinik, 85 MIN, ficção/drama / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

20h – Jonas e o circo sem lona – Brasil, 2015, Paula Gomes, 82 MIN, Documentário/MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

20h30 – As mãos daquela menina / La Jeune Fille Sans Mains – França, 2016, Sébastien Laudenbach, 76 MIN, ficção/animação
LOCAL: CINE BRASÍLIA

Dia 10/11 – quinta-feira

9h30 – Pinóquio/ Pinocchio – Alemanha, 96 MIN, Anna Justice, 2013, Classificação: 8 anos/ MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h- Al Purdy esteve aqui / Al Purdy Was Here – Canadá, 2015, Brian D. Johnson, 90 MIN, Documentário / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

14h30 – Mortadelo e Salaminho em Missão Inacreditável/Mortadelo y Filemón contra Jimmy el Cachondo – Espanha, 91 MIN, Javier Fesser, 2016, Classificação: 10 anos / MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

16h – Estados Unidos Pelo Amor/ United States of love – Polônia, 2016, Tomasz Wasilewski, 96 MIN, ficção/drama / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA3

16h30 – Album – Turquia, 2016,an Martoglu, 95MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

18h – Masoumeh – Marcas da opressão/ Masoumeh – Irã, 2015, Sona Moghhaddam, 71 MIN, Documentário / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

18h30 – Quando explode a vingança/ A Fistful of Dynamite – Itália, 1971, 197 MIN, Sergio Leone, Faroeste/ MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

19h – Cartas de Guerra – Portugal, 2016, Ivo Ferreira, 95 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

20h – A composição / Her Composition – EUA/Alemanha, 2015, Stephan Littger, 93 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

21h – Ídolos – Palestina, 2016, Hany Abu-Assad, 100MIN, Biografia/ GRANDE PRÉ- ESTREIA
LOCAL: CINE BRASÍLIA

30367402671_93c9bcfbf2_z

Dia 11/11 sexta-feira

9h30 – Canção do oceano/ Song of the Sea – Bélgica / França / Dinamarca / Irlanda / Luxemburgo, 93 MIN, Tomm Moore, 2014, Classificação: 6 anos / MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h- Barash – O amor bate à sua porta/ Barash – Israel, 2015, Michal Vinik, 85 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

14h30 – Pinóquio/ Pinocchio – Alemanha, 96 MIN, Anna Justice, 2013, Classificação: 8 anos/ MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h30 – Era uma vez no Oeste/ Once Upon a Time in the West – EUA/Itália, 1968, 175 MIN, Sergio Leone, Faroeste/ MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

17h – A composição / Her Composition – EUA/Alemanha, 2015, Stephan Littger, 93 MIN, ficção/drama / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

18h – Sem mover os lábios / Sin mover los labios – Colômbia, 2015, Carlos Osuna, 93 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

18h30 – Três homens em conflito/ The good, the bad nd the ugly – Espanha/Itália, 1966, Sergio Leone, 179 MIN, Faroeste / MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

19h – Zoe – Espanha, 2016, Ander Duque, 89 MIN Documentário / MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO COM A PRESENÇA DO DIRETOR

20h – Ídolos – Palestina, 2016, Hany Abu-Assad, 100MIN, Biografia/ GRANDE PRÉ-ESTRÉIA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

21h – Jovens, loucos e mais rebeldes – EUA, 2016, Richard Linklater, 117MIN, Comédia / GRANDE PRÉ-ESTRÉIA
LOCAL: CINE BRASÍLIA

Dia 12/11 – sábado

11h – Mortadelo e Salaminho em Missão Inacreditável/Mortadelo y Filemón contra Jimmy el Cachondo – Espanha , 91 MIN, Javier Fesser, 2016, Classificação: 10 anos / MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h- Jovens, loucos e mais rebeldes – EUA, 2016, Richard Linklater, 117MIN, Comédia/ GRANDE PRÉ-ESTRÉIA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

14h – Exercícios da memória/ Ejercícios de memoria – Paraguai, 2015, Paz Encina, 70 MIN, Documentário/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

16h – Estados Unidos Pelo Amor/ United States of love – Polônia, 2016, Tomasz Wasilewski, 96 MIN, ficção/drama/ MOSTRA COMPETITIVA
LOCAL: CINE BRASÍLIA – DEBATE APÓS A SESSÃO

16h20 – Ídolos – Palestina, 2016, Hany Abu-Assad, 100MIN, Biografia/ GRANDE PRE- ESTREIA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

16h30 – Por um punhado de dólares/ A Fistful of Dollars – Espanha/Alemanha/Itália, 99min, 1966, Sergio Leone, Faroeste/ MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

18h20- Jovens, loucos e mais rebeldes – EUA, 2016, Richard Linklater, 117MIN, Comédia/ GRANDE PRÉ- ESTRÉIA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

30156129270_746e6d2ace_z

18h30 – Era uma vez no Oeste/ Once Upon a Time in the West – EUA/Itália, 1968, 175MIN, Sergio Leone, Faroeste / MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

20h30 – Premiação das Mostras Competitivas de Ficção e Documentário/ Exibição da grande Pré-estreia do filme Mama – Espanha, 2016, dirigido por Julio Medem, 111MIN, Drama – PARA CONVIDADOS
LOCAL: CINE BRASÍLIA

Dia 13/11 – domingo
11h – Pinóquio/ Pinocchio – Alemanha, 96 MIN, Anna Justice, 2013, Classificação: 8 anos/ MUNDO ANIMADO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h – REPRISE DO FILME VENCEDOR DA MOSTRA COMPETITIVA DE DOCUMENTÁRIOS
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

14h- REPRISE DO FILME DE ENCERRAMENTO DO V BIFF – Mama – Espanha, 2016, dirigido por Julio Medem, 111MIN, Drama
LOCAL: CINE BRASÍLIA

16h – REPRISE DO FILME VENCEDOR DA MOSTRA COMPETITIVA DE FICÇÃO
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

16h15 – Ídolos – Palestina, 2016, Hany Abu-Assad, 100MIN, Biografia/ GRANDE PRÉ-ESTRÉIA
LOCAL: CINE BRASÍLIA

16h30 – Era uma vez na América/ Once Upon a Time in America – EUA/Itália, 1984, 251MIN, Sergio Leone, Drama/Policial/ MOSTRA SERGIO LEONE
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

18h – REPRISE DO FILME DE ENCERRAMENTO DO V BIFF – Mama – Espanha, 2016, Julio Medem, 111MIN, Drama
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

18h15 – REPRISE DO FILME VENCEDOR DA MOSTRA COMPETITIVA DE DOCUMENTÁRIOS
LOCAL: CINE BRASÍLIA

20h – REPRISE DO FILME VENCEDOR DA MOSTRA COMPETITIVA DE FICÇÃO
LOCAL: CINE BRASÍLIA

20h15 – Jovens, loucos e mais rebeldes – EUA, 2016, Richard Linklater, 117MIN, Comédia/ GRANDE PRÉ-ESTRÉIA
LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

Serviço:
5º BIFF – Brasília International Film Festival
De 04 a 13/11
Local: Cine Brasília e Cine Cultura Liberty Mall
Ingressos: R$12 e R$6 – exceção para a Mostra Sergio Leone, com ingressos ao preço único de R$ 4,00
Informações: www.biffestival.com

ASSISTA ONLINE O DOCUMENTÁRIO ‘BEFORE THE FLOOD’ COM LEONARDO DICAPRIO

before-the-flood-quad-900x444

O documentário ‘Before the Flood’ dirigido por Fisher Stevens descreve a alarmante situação ambiental em que o planeta vive. O ator americano e ativista nomeado como Embaixador da Paz pelas Nações Unidas, Leonardo DiCaprio que encabeça a produção, visitou durante 3 anos vários países desenvolvidos e em desenvolvimento e entrevistou pessoas sobre a situação em que se encontra a terra neste momento, as catástrofes naturais que assolam a humanidade e o reflexo e as consequências decorrentes do aquecimento global.

INDONESIA- Leonardo with Farwiza Farhan and Rudi Putra in the Leuser Ecosystem. For two years, Leonardo DiCaprio has criss-crossed the planet in his role as UN messenger of Peace on Climate Change. This film, executive produced by Brett Ratner and Martin Scorsese, follows that journey to find both the crisis points and the solutions to this existential threat to human species.  © 2016 RatPac Documentary Films, LLC and Greenhour Corporation, Inc. All rights reserved.

INDONESIA- Leonardo with Farwiza Farhan and Rudi Putra in the Leuser Ecosystem.

Foram inúmeros depoimentos de autoridades como o Papa Francisco; Ba Ki-Moon-Secretário Geral das Nações Unidas; Barack Obama-Presidente dos EUA; John Kerry-Secretário de Estado-EUA; Philippe Levin-Prefeito de Miami; Ma Jun-Diretor do Instituto de Meio Ambiente em Beijing-China; Alvin Lin-Diretor do Conselho de Defesa do Clima e Energia na China; Ashok Lavasa-Ministro do Meio-Ambiente e Mudanças Climáticas-Índia; Sunita Narin-Centro de Ciência e Desenvolvimento em Nova Delhi-Índia; Anote Ton-Presidente do Kiribati e pesquisadores e climatologistas como o Dr. Piers Sellers-Astronauta da Nasa; Lindsen Allen-Diretora Executiva do Rain Forest Action Network, entre outros.

before-the-flood-di-caprio-stream-1

Na primeira cena, o ator narra suas lembranças sobre uma tela ‘O Jardim das Delícias Terrenas’ do pintor Hieronymus Bosch que ele observava todas as noites em seu quarto, quando ainda era criança. Na pintura imagens a história do mundo, a criação, Adão e Eva, o paraíso terrestre e o Inferno.
O filme evidencia o envolvimento de congressistas americanos com a indústria petrolífera, onde as empresas Shell e a Exxon dominam o mercado, mas também a mudança constante na China, que hoje é considerada como uma potência mundial em crescimento na indústria e que vem buscando novas formas de melhorar a qualidade de vida da população com soluções relacionadas à energia solar e a diminuição de combustível em suas operações.
Em países subdesenvolvidos como a Índia, onde cerca de 30% da população não tem acesso à energia elétrica e onde o uso do carvão mineral não é primordial, os depoimentos dos pesquisadores e autoridade que se opõem ao consumismo americano e ao seu estilo de vida que desperdiça, consome e utiliza os recursos naturais de maneira errônea, desenfreada e que afeta diretamente todo o mundo.
Para se ter uma ideia, a emissão de gás carbônico afeta entre outras coisas a vida marinha e ao longo dos últimos 30 anos, mais de 50% dos corais foram destruídos. Também a produção pecuária que emite uma quantidade absurda diariamente pelos próprios animais, além da emissão pelo setor automobilístico.
Assista online pelo youtube, facebook, twitter e no canal National Geografic, entre no site www.beforetheflood e saiba mais a respeito.
O documentário choca com a veracidade dos dados e fatos, mas também mostra o otimismo de muitos na busca de soluções urgentes para o momento atual. Vale cada minuto de sua atenção.

A GAROTA NO TREM

a-garota-no-trem-1

A Garota no Trem, thriller de suspense estrelado por Emily Blunt, prende à atenção do público desde o início e teve boa adaptação para o cinema. O longa foi baseado no best seller da escritora Paula Hawkins, que já traduziu seu livro para mais de 40 línguas e vendeu mais de 2 milhões em todo o mundo. O livro chamou a atenção do mundo sobre os voyeurs que observam e espreitam os outros de longe, que fantasiam e criam em sua imaginação um roteiro fantástico do que seria viver na pele deles.
Rachel (Emily Blunt) é uma alcoólatra e está desempregada. Ela pega o mesmo trem em direção à Nova York todos os dias e vê de longe a vida das pessoas pelas janelas do vagão. Ela é obcecada por uma das moradoras das casas que observa. Ela anseia por uma vida normal e equilibrada, mas descobre um dia que alguma coisa aconteceu de errado na rotina daquela moça.
Ela vê através do vidro uma cena que poderá mudar toda a trajetória de sua vida e pela TV descobre sobre o desaparecimento da vizinha Meghan (Haley Benett). Aos poucos Rachel é absorvida pela intrigante história e tenta ajudar a desvendar o caso. Ela vai até a casa de Meghan, se apresenta como amiga ao marido da vítima Scott (Luke Evans), mas as coisas se complicam e ela passa a ser uma das suspeitas.
Espere intrigas, suspense, infidelidade e violência entre os personagens, em cenas fortes e bem interpretadas. Emily Blunt está muito bem no papel e soube desenvolver bem a personagem, que sofre de amnésia alcoólica e depressão. No elenco também Justin Theroux (Tom), Laura Prepon (Cathy), Edgar Ramiréz (Dr. Kamal Abdic) e Allison Jenney (Detetive Riley).