Autor: Manu Santos

Daniela Mercury e Malu Verçosa lançam livro sobre história de amor na Fnac Brasília

  A cantora Daniela Mercury e sua mulher, a jornalista Malu Verçosa, lançam o livro que conta a história de amor do casal na livraria Fnac no próximo dia 6 de maio. No encontro, que será realizado às 19h30 na Fnac do ParkShopping, a jornalista Kátia Maranhão é a responsável por mediar um bate-papo com as autoras, esclarecendo dúvidas sobre o conteúdo da obra de 192 páginas. A publicação tem o selo da editoria LeYa e custa R$29,90. Na oportunidade a cantora também autografa o novo CD “Daniela Mercury, gravado com o grupo Cabeça de Nós”. CD – Daniela Mercury e Cabeça de Nós Todos    “Qualquer maneira de amor vale o canto”, sentencia Daniela Mercury através de verso de “Paula e Bebeto” (1975), parceria de Caetano Veloso e Milton Nascimento que adquire sentido especial na voz da cantora em CD gravado com o grupo baiano Cabeça de Nós Todos. De volta à mídia ao explicitar o caso de amor com a jornalista Malu Verçosa, Daniela dedica à companheira um disco em que dá voz a um iê iê iê pop romântico (“Sei lá”) e rememora paixão juvenil no suingue jazzy de “Carteira de Estudante”, instante cool de repertório pautado pela cadência quente do samba. É caindo no suingue que Daniela levanta o disco em temas como “Couchê”, faixa captada ao vivo. Celebração do samba da Bahia, “Do Jeito...

Read More

TRANSMISSOR LANÇA NOVO ÁLBUM: “DE LÁ NÃO ANDO SÓ”

‘De lá não ando só’ investe na criação coletiva e traduz a evolução da banda belo-horizontina O sexteto belo-horizontino Transmissor lançou nesta semana seu terceiro disco, De Lá Não Ando Só. A obra surge como sequência de Nacional, elogiado álbum lançado em 2011, e traz doze faixas inéditas, todas produzidas por Carlos Eduardo Miranda. O Transmissor mantém a pegada rock indie. “O pensamento inicial era tentar algo diferente do que já havíamos feito. Chamamos o Miranda para ter outra perspectiva e nova dinâmica de trabalho. Gravamos algumas canções já no primeiro take, tudo feito na hora, como se fosse um show. Não regravei nada – com um ou outro overdub de voz, foi bem ao vivo mesmo. O nosso objetivo é fugir da zona de conforto”, revela Leonardo Marques (voz, guitarra e teclado). O disco está disponível para download gratuito no site www.transmissor.tv. Durante alguns dias, Leonardo, Thiago Corrêa (voz, violão e teclado), Jennifer Souza (voz, guitarra e violão), Henrique Matheus (guitarra), Daniel Debarry (baixo) e Pedro Hamdan (bateria) se trancaram num sítio perto da capital mineira para desenvolver as 12 faixas. “Geralmente, já trazemos as canções com estrutura mais completa. Neste CD, tentamos incorporar a questão coletiva e trabalhamos juntos mais do que nos outros discos”, conta Marques. O grupo se apresenta em Brasília no segundo semestre de...

Read More

The Black Cat Jazz Band se apresenta no projeto Universal Jazztival

Desde 2012, o jazz – gênero musical criado nos Estados Unidos – ganhou seu Dia Internacional e a data passou a ser comemorada em 30 de abril. Neste ano, o Universal Diner abrirá as celebrações um dia antes, em 29 de abril, com o UNIVERSAL JAZZTIVAL. O show será comandado pela banda do Nostalgique Cabaret, The Black Cat Jazz Band, das 21h30 às 00h. O couvert artístico custa R$ 53,00. Reservas mediante pagamento antecipado, no próprio restaurante, na 210 Sul, Bloco C, Loja 18. The Black Cat Jazz Band Criada originalmente pelo diretor e produtor Giovane Aguiar para o Nostalgique Cabaret em 2011, a banda possui um trabalho independente no qual, além de tocar no Nostalgique, também faz shows em eventos, bares, pubs e cafés. A banda se apresenta com figurinos estilizados dos anos 30 e 40, resgatando o glamour dessa época. Influenciada por bandas como Cherry Poppin Daddy e Le Negresses Vertes, além de clássicos do Jazz como Etta James, Nina Simone, George Gershwin e Cole Porter, seu repertório é composto por clássicos do Cool Jazz, Swing e Jazz. The Black Cat é um banda performática no estilo neo-burlesco com números musicais que interagem com o público tornando suas apresentações agradáveis, divertidas e sedutoras. Na direção musical, conta com o maestro Felipe C. Vieira e nos vocais Julio César, Rosana Loren e Ana Iaci, além de um time...

Read More

Projeto Criolina faz última edição hoje no Outro Calaf

Depois de 9 anos ocupando as segundas-feiras no Bar do Calaf com muita música de qualidade, o Criolina deixará o local. A noite de hoje marca a última edição de uma iniciativa que foi sucesso nas segundas da cidade. Apesar da notícia triste, o projeto não acabará. Eles prometem continuar com o Palco Criolina, Aparelhinho, Criolina Champagne e Oficinas Criolina. A última edição do agito contará com os DJs Barata, Pezão, Oops, Maraskin, Emídio e Hugo Drop.  Local: Outro Calaf – Setor Bancário Sul Quadra 02, térreo do edifício João Saad, bem ao lado do bom e velho Calaf – Brasília DF Segunda-feira, 28 de abril, às 21h Preço único...

Read More

Exposição “Fim de Festa”, de Patrícia Bagniewski na Alfinete Galeria

A mostra “Fim de Festa” de Patrícia Bagniewski ocupa a Alfinete Galeria de 3 a 24 de maio. A artista brasiliense criou cerca de quarenta peças em vidro soprado em uma fábrica de Itatiba, São Paulo. São balões de festa em diversos tamanhos e formatos. Eles recriam o clima que remete ao título. Uma imagem congelada em um ambiente domiciliar, às 5:30 da manhã, em meia luz. Um retrato de um pós-momento idealizado em transparências que atravessam e retêm o olhar. Ora distante, ora quase, ora agora. Alguns balões estão suspensos, outros sobre móveis, no chão, em cadeiras. Algumas bexigas já murcharam. “Falo de uma idealização não realizada, nostalgia, de algo que não aconteceu de fato. Na verdade porque a festa é o desejo e o que retrato é o seu fim.” Conta Patrícia Bagniewski. “O momento congelado e a transparência do vidro brincam com o olhar, pois porque você vê através dele e se volta para ele constantemente. Isto remete à idealização, algo como ver além e voltar à realidade.” Completa a artista. Patrícia Bagniewski tem fascínio pelo vidro, o que a levou a uma profunda imersão na pesquisa pelo material em diversos países. Após concluir a graduação em Artes Visuais na Universidade de Brasília, frequentou workshops em bronze, resina e vidro na Central Saint Martin’s College, em Londres. Ao ganhar uma bolsa do governo japonês, concluiu Mestrado...

Read More